Meteorologia

  • 05 DEZEMBRO 2023
Tempo
11º
MIN 9º MÁX 12º

Porto reforça equipas de rua no apoio a pessoas sem-abrigo devido ao frio

A Câmara do Porto anunciou que vai reforçar as equipas de rua no apoio às pessoas em situação de sem-abrigo, a partir das 21:00 de hoje, devido à vaga de frio que se faz sentir.

Porto reforça equipas de rua no apoio a pessoas sem-abrigo devido ao frio
Notícias ao Minuto

11:13 - 25/01/23 por Lusa

País Sem-abrigo

Segundo a autarquia, este "contingente especial" será constituído por dois elementos da Proteção Civil Municipal, dois elementos do Regimento dos Sapadores Bombeiros, dois técnicos do Departamento Municipal de Coesão Social e dois Técnicos das Equipas de Rua.

"Pese embora ainda não estejam reunidos os critérios estabelecidos pelo Plano de Contingência para Pessoas em Situação de Sem-Abrigo do NPISA Porto -- Vaga de Frio 2023, que só é ativado com temperaturas mínimas abaixo dos 3ºC, durante três dias consecutivos", a Câmara Municipal do Porto decidiu avançar, já a partir de hoje, com "um reforço das equipas de rua, que diariamente acompanham as pessoas em situação de sem-abrigo".

As duas equipas multidisciplinares, constituídas no total por oito elementos, vão atuar na distribuição de agasalhos, cobertores, fornecimento de alimentação de conforto e bebidas quentes, assegurando "uma monitorização intensiva das pessoas em situação mais vulnerável, face às temperaturas mais baixas que se têm sentido nos últimos dias", refere a autarquia no seu site.

"Procederão ainda à sinalização e encaminhamento para o NPISA Porto das pessoas que manifestem intenção de aderir a respostas de acolhimento social", sublinha.

O NPISA Porto - Núcleo de Planeamento e Intervenção Sem-Abrigo do Porto, coordenado pelo município do Porto, é constituído por uma rede de mais de 60 entidades que atuam na área social.

Aprovou, por unanimidade, um Plano de Contingência para as Pessoas em Situação de Sem-Abrigo, no âmbito da Vaga de Frio 2023, que será ativado pelo Comandante Operacional Municipal da Proteção Civil, sempre que as temperaturas mínimas se situem abaixo dos 3ºC, durante três dias consecutivos.

Esta matriz é operacionalizada "muito acima dos níveis parametrizados pela Proteção Civil Nacional para a vaga de frio, que estabelece como Alerta Amarelo valores entre 1 e -1ºC; Alerta Laranja, entre -2 e -3ºC; e Alerta Vermelho inferior a -3ºC", salienta.

As autoridades vão "acompanhar a evolução das temperaturas previstas para os próximos dias, ajustando as medidas implementadas sempre que necessário".

A Câmara Municipal do Porto refere ainda que os três restaurantes solidários da rede municipal -- Centro de Acolhimento Temporário Joaquim Urbano, Baixa (Travessa de Passos Manuel) e Batalha -- mantêm-se em funcionamento, assegurando mais de 550 refeições diárias, com o apoio dos voluntários da Associação CASA.

A rede de restaurantes solidários da Câmara do Porto funciona em "zonas estratégicas da cidade" com o objetivo de substituir a distribuição da comida no espaço público, "criando condições para prestar um apoio com mais dignidade e discrição".

A confeção das refeições é centralizada na cozinha do antigo Hospital Joaquim Urbano, no âmbito do protocolo que a Câmara Municipal do Porto estabeleceu com a SAOM -- Serviços de Assistência Organizações de Maria, IPSS com larga experiência de atuação no terceiro setor.

Leia Também: Kremlin alerta que envio de mais armas à Ucrânia trará "mais sofrimento"

Todas as Notícias. Ao Minuto.
Sétimo ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Recomendados para si

;
Campo obrigatório