Meteorologia

  • 28 MARçO 2023
Tempo
14º
MIN 13º MÁX 25º

Alexandra Reis garante que declarou indemnização da TAP ao TC

Ex-secretária de Estado do Tesouro nega a notícia avançada este domingo pelo Público, que dava conta de que a também antiga administradora da TAP não declarou ao Tribunal Constitucional (TC) a indemnização que recebeu quando abandonou a companhia aérea em fevereiro - tal como é exigido por lei.

Alexandra Reis garante que declarou indemnização da TAP ao TC
Notícias ao Minuto

21:20 - 22/01/23 por Notícias ao Minuto

Economia TAP

A ex-secretária de Estado do Tesouro Alexandra Reis garantiu, este domingo, que entregou a declaração de património no Tribunal Constitucional (TC) com os saldos das contas bancárias, incluindo o valor da indemnização recebida pela TAP.

Em declarações à SIC, a antiga administradora da companhia aérea assegura que o fez logo após a entrada na NAV.

A ex-governante nega, assim, a notícia avançada este domingo pelo Público, que dava conta que esta não tinha declarado ao TC a indemnização que recebeu quando abandonou a companhia aérea em fevereiro - tal como é exigido por lei.

O jornal, que cita este domingo documentos entregues no TC, tal montante, de 500 mil euros, não consta em nenhuma das declarações posteriormente entregues por Alexandra Reis.

Ficaram ainda por comunicar a desvinculação da empresária da TAP e a sua entrada na NAV, já no mês de julho, onde assumiu o cargo de presidente do Conselho de Administração.

Também as declarações de início e de cessação de funções no Executivo socialista estão por entregar - mas, ao contrário do que acontece com as restantes, o prazo de submissão das mesmas ainda não terminou.

Recorde-se que a lei que regulamenta o regime de declarações dos titulares de cargos políticos e altos cargos públicos obriga a comunicação, ao TC, de qualquer alteração patrimonial igual ou superior a 50 salários mínimos nacionais (na altura equivalente a 35.250 euros) no prazo de 30 dias. 

Recorde-se que Alexandra Reis demitiu-se do Governo após o Correio da Manhã ter noticiado que a empresária tinha sido indemnizada em 500 mil euros por ter sido dispensada do cargo de administradora executiva da transportadora aérea, por iniciativa da empresa.

O então ministro das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos, viria depois a "assumir a responsabilidade política" por este polémico caso, apresentando a sua demissão, que foi imediatamente aceite por António Costa. Hugo Santos Mendes, secretário de Estado das Infraestruturas, seguiu o exemplo do responsável máximo do Ministério.

[Notícia atualizada às 21h27]

Leia Também: Alexandra Reis ignorou lei e não declarou ao TC a indemnização da TAP

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sétimo ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório