Meteorologia

  • 29 NOVEMBRO 2022
Tempo
10º
MIN 8º MÁX 16º

"Estamos preocupados com as notícias que chegam de S. Tome e Príncipe"

Um grupo de militares terá tentado levar a cabo golpe de Estado em S. Tome e Príncipe.

"Estamos preocupados com as notícias que chegam de S. Tome e Príncipe"
Notícias ao Minuto

11:05 - 25/11/22 por Notícias ao Minuto

País MNE

O Ministro dos Negócios Estrangeiros português partilhou, na manhã desta sexta-feira, através do Twitter, o seu receio sobre o incidente no quartel de São Tomé e Príncipe.

"Estamos preocupados com as notícias que nos chegam", pode ler-se.

João Gomes Cravinho refere-se ao grupo de militares terá tentado levar a cabo golpe de Estado em São Tome e Príncipe

"Portugal apoia sem hesitação a ordem constitucional em São Tomé e Príncipe, considerando inadmissível qualquer tentativa de utilização de violência para fins políticos", prosseguiu o MNE português. 

Esta madrugada, por volta das duas da manhã, ouviram-se tiros nas imediações do quartel-general de são Tomé e Príncipe.

"Quatro homens quiseram assaltar o quartel e fizeram refém o oficial de dia", indicou fonte do Governo à Lusa, que referiu que o ataque teve início pouco depois das 00h00 de hoje (mesma hora em Lisboa).

O assalto, adiantou a mesma fonte, foi "neutralizado por volta das 6h00 da manhã", com a detenção dos elementos e já foi aberto um processo de investigação.

Entretanto, o ex-presidente da Assembleia Nacional de São Tomé e Príncipe e Delfim Neves foi detido esta manhã, na sequência do ataque ao quartel militar, anunciou hoje o primeiro-ministro são-tomense, Patrice Trovoada.

Leia Também: Detidos atacantes a quartel e militares envolvidos em São Tomé 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório