Meteorologia

  • 29 NOVEMBRO 2022
Tempo
10º
MIN 8º MÁX 16º

Pelo menos 35 detidos no Alentejo por suspeitas de escravizar imigrantes

De acordo com a CNN Portugal, a operação envolve mais de 400 inspetores e cerca de 60 buscas.

Pelo menos 35 detidos no Alentejo por suspeitas de escravizar imigrantes
Notícias ao Minuto

09:23 - 23/11/22 por Notícias ao Minuto

País Polícia Judiciária

A Polícia Judiciária (PJ) está a levar a cabo uma megaoperação no Alentejo por tráfico de seres humanos, associação criminosa e branqueamento de capitais. Há pelo menos 35 detidos, maioritariamente homens.

De acordo com a CNN Portugal, a investigação iniciou-se há cerca de um ano e teve como foco a angariação por esta rede criminosa de trabalhadores estrangeiros com a promessa de emprego e habitação.

A operação envolve mais de 400 inspetores e cerca de 60 buscas. As operações de busca e detenção estiveram a ser acompanhadas pelo juiz Carlos Alexandre, adianta a SIC Notícias.

Centenas de trabalhadores estrangeiros terão sido explorados a trabalhar sob condições sub-humanas naquela região e no centro do país.

Os suspeitos, que ficavam com os ordenados das vítimas, pagos pelos empregadores, contavam com a colaboração de uma solicitadora da vila de Cuba, também detida, para a criação de empresas fantasma e falsificação de documentos.  

A rede, organizada a partir do distrito de Beja, conta com angariadores no Leste da Europa, como na Ucrânia ou na Roménia, além de países como a Índia, Paquistão ou Timor, que convencem as vítimas com promessas de uma vida melhor em Portugal (com alojamento, condições de trabalho e salários dignos).

[Notícia atualizada às 11h29]

Leia Também: PJ deteve membro de grupo de jovens responsável por roubos na via pública

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório