Meteorologia

  • 08 DEZEMBRO 2022
Tempo
16º
MIN 14º MÁX 17º

"Fora Costa Silva". Marcha pelo clima invade Ordem dos Contabilistas

O ministro da Economia e do Mar, António Costa Silva, estaria em reunião no local.

"Fora Costa Silva". Marcha pelo clima invade Ordem dos Contabilistas
Notícias ao Minuto

15:17 - 12/11/22 por Notícias ao Minuto

País Clima

Vários manifestantes da Marcha pelo Clima invadiram a Ordem dos Contabilistas, este sábado, apelando à demissão do ministro da Economia e do Mar, António Costa Silva.

Os ativistas tinham como objetivo interromper a reunião onde o responsável marcava presença, segundo avançaram aos jornalistas no local.

"Fora Costa Silva, fora" foi um dos cânticos entoados pelos manifestantes, que estavam a ser retirados pelas autoridades.

"Não vamos sair daqui enquanto ele [ministro da Economia] não sair", sublinharam.

Entretanto, um cordão formado por entre 15 a 20 forças de segurança foi criado à volta da entrada do edifício, na Avenida Defensores de Chaves, em Lisboa.

'Unir contra o fracasso climático' era o mote por detrás da manifestação, que teve início às 14h00, no Campo Pequeno, e deveria terminar junto ao Instituto Superior Técnico. O protesto foi convocado num momento em que decorre, no Egito, a 27.ª Conferência das Nações Unidas sobre Alterações Climáticas.

A organização da marcha, que agrega várias associações, realçou, numa nota, que "a indústria dos combustíveis fósseis, com lucros recorde, está na base da crise climática", enumerando como sinais de "fracasso climático" fenómenos extremos como as secas, inundações e os incêndios.

"As soluções verdadeiras e transformadoras de que precisamos para sobreviver e construir um mundo mais justo só podem ser alcançadas através da ação coletiva, solidariedade e coordenação, das nossas comunidades locais e internacionais", defenderam.

A marcha foi organizada por associações como a Climáximo, a DiEM25, a Scientist Rebellion Portugal e a Zero, bem como a Greve Climática Estudantil, que ao longo da última semana promoveu um protesto que passou pela ocupação de seis escolas secundárias e faculdades em Lisboa para apelar ao fim dos combustíveis fósseis. 

[Notícia atualizada às 15h35]

Leia Também: Ativistas marcham hoje em Lisboa contra o "fracasso climático"

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório