Meteorologia

  • 21 JUNHO 2024
Tempo
16º
MIN 14º MÁX 24º

Advogado revela que Rui Pinto foi constituído arguido noutro processo

Rui Pinto foi constituído arguido num outro processo pelo Ministério Público (MP), revelou hoje o advogado do criador da plataforma Football Leaks, Francisco Teixeira da Mota, antes de o seu constituinte prestar declarações em tribunal.

Advogado revela que Rui Pinto foi constituído arguido noutro processo
Notícias ao Minuto

10:25 - 10/10/22 por Lusa

País Football Leaks

"Queria comunicar que na sexta-feira Rui Pinto foi constituído de novo arguido relativamente a factos que estão aqui em julgamento. O processo tem três anos, mas o MP só nesta sexta-feira constituiu Rui Pinto como arguido", afirmou o advogado, logo a abrir a sessão no Juízo Central Criminal de Lisboa.

Segundo Francisco Teixeira da Mota, os factos relativos a esse processo terão sido praticados entre 2015 e 2018, sendo que o MP terá conhecimento dessas informações desde 2019. "Esta é uma estratégia perversa, prolongando artificialmente o estatuto de arguido", sublinhou.

Rui Pinto, de 33 anos, responde por um total de 90 crimes: 68 de acesso indevido, 14 de violação de correspondência, seis de acesso ilegítimo, visando entidades como o Sporting, a Doyen, a sociedade de advogados PLMJ, a Federação Portuguesa de Futebol (FPF) e a Procuradoria-Geral da República (PGR), e ainda por sabotagem informática à SAD do Sporting e por extorsão, na forma tentada. Este último crime diz respeito à Doyen e foi o que levou também à pronúncia do advogado Aníbal Pinto.

O criador do Football Leaks encontra-se em liberdade desde 07 de agosto de 2020, "devido à sua colaboração" com a Polícia Judiciária (PJ) e ao seu "sentido crítico", mas está, por questões de segurança, inserido no programa de proteção de testemunhas em local não revelado e sob proteção policial.

Leia Também: Football Leaks. Rui Pinto é ouvido hoje em tribunal

Recomendados para si

;
Campo obrigatório