Meteorologia

  • 30 NOVEMBRO 2022
Tempo
14º
MIN 8º MÁX 16º

Eduardo Cabrita candidata-se a diretor executivo da Frontex

O ex-ministro terá “fortes hipóteses” de conseguir o cargo.

Eduardo Cabrita candidata-se a diretor executivo da Frontex

O antigo ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, é um dos candidatos ao cargo de diretor executivo da Agência Europeia da Guarda de Fronteiras e Costeira (Frontex). A informação foi avançada, esta quinta-feira, pela Renascença, que acrescentou que o ex-ministro tem “fortes hipóteses” de conseguir o cargo.

Segundo a rádio, que cita fonte próxima ao processo, Cabrita notificou o Governo da candidatura - uma das 78 internacionais apresentadas - em julho. “É evidente que todo o trabalho de preencher a candidatura não se faz sem informar o Governo”, disse a fonte, acrescentando que  o ex-ministro o fez “por cortesia”.

A Renascença disse ainda que Cabrita terá sido “incentivado por ministros de outros países” e que a sua candidatura faz agora parte de um lote de “meia dúzia” de candidatos. 

Eduardo Cabrita foi ministro da Administração Interna entre 2017 e 2021, durante o governo de António Costa. Apresentou a demissão do cargo a 3 de dezembro, após o Ministério Público ter acusado o seu motorista de homicídio por negligência na sequência de um atropelamento que vitimou um trabalhador de uma obra na A6.

Agora procura substituir o francês Fabrice Leggeri, que se demitiu em março, após a conclusão de um inquérito do gabinete OLAF sobre alegações de assédio, conduta imprópria e afastamento ilegal de migrantes.

Leia Também: Frontex: Número de russos que entra na UE sobe 30% depois de mobilização

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório