Meteorologia

  • 07 DEZEMBRO 2022
Tempo
12º
MIN 11º MÁX 16º

Encontrado corpo no rio Gilão. Tratar-se-á de mulher desaparecida

Corpo foi transportado para o Gabinete Médico legal do Hospital de Faro.

Encontrado corpo no rio Gilão. Tratar-se-á de mulher desaparecida
Notícias ao Minuto

12:17 - 03/10/22 por Notícias ao Minuto

País Tavira

Foi encontrado, na manhã desta segunda-feira, o corpo de uma mulher, no rio Gilão, em Tavira, confirmou ao Notícias ao Minuto fonte da Guarda Nacional Republicana (GNR).

Segundo a mesma fonte, tudo indica que poderá tratar-se de Tânia Fernandes, mulher de 30 anos, que tinha desaparecido de Cabanas de Tavira, a 24 de setembro, mas apenas a autópsia poderá confirmar a identidade da vítima e as causas da morte, uma vez que "existe alguma degradação do corpo".

"Não existem indícios de crime", acrescentou.

O corpo foi transportado para o Gabinete Médico legal do Hospital de Faro.

Já em comunicado, a Autoridade Marítima Nacional informou que o alerta foi recebido pelas 07h20, "através do mestre de uma embarcação que se encontrava nas proximidades, a informar para a presença de um corpo a flutuar na água".

Para o local, além da GNR, deslocaram-se elementos do Comando-local da Polícia Marítima de Tavira e dos Bombeiros Municipais de Tavira.

"Foi ativado o Gabinete de Psicologia da Polícia Marítima para prestar apoio aos familiares da vítima", acrescenta a AMN.

Recorde-se que Tânia Fernandes foi dada como desaparecida na noite de 24 de setembro. Inicialmente, António Ramalho, responsável pelas Relações Públicas do Comando Territorial de Faro da GNR, disse à Lusa que esta tinha "alguns problemas do foro mental, como bipolaridade", e "foi logo solicitada a localização celular" do seu telemóvel. Na altura, o marido fez um apelo nas redes sociais e confirmou que Tânia havia desaparecido durante um "surto psicótico", encontrando-se sem medicação.

No dia seguinte, 25 de setembro, as autoridades acabaram por localizar o automóvel da mulher "ao pé da igreja das Cabanas de Tavira" e "no interior estava o telemóvel, a identificação e dinheiro".

As autoridades realizaram buscas no terreno até terça-feira passada, tendo a informação sobre o desaparecimento sido depois passado às patrulhas da GNR e de outras forças de segurança, que se mantiveram em alerta.

A GNR de Fátima, no distrito de Santarém, chegou também a ser alertada para o surgimento de eventuais avistamentos ou pistas, uma vez que a mulher tinha manifestado a intenção de se deslocar a Fátima.

[Notícia atualizada às 12h33]

Leia Também: GNR encerra evento de música eletrónica na Chamusca e detém 20 pessoas

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório