Meteorologia

  • 04 DEZEMBRO 2022
Tempo
MIN 8º MÁX 14º

Presidente da República realça presença norte-americana em Portugal

O Presidente da República considerou hoje, em San Diego, que Portugal é em alguns setores "a Califórnia da Europa" e realçou a crescente presença de norte-americanos no turismo e habitação, referindo que também tem custos.

Presidente da República realça presença norte-americana em Portugal
Notícias ao Minuto

23:54 - 24/09/22 por Lusa

País PR/EUA

Marcelo Rebelo de Sousa falava aos jornalistas durante um encontro com emigrantes portugueses e lusodescendentes em San Diego, no estado norte-americano da Califórnia, primeiro ponto de uma visita de cinco dias à Costa Oeste dos Estados Unidos da América.

Questionado se Portugal pode ser considerado a "Califórnia da Europa", o chefe de Estado respondeu que quando o seu antecessor, Aníbal Cavaco Silva, usou essa expressão "na altura parecia uma ideia um pouco revolucionária, mas não era".

Segundo Marcelo Rebelo de Sousa, Portugal é "a Califórnia da Europa" nos setores digital e das energias renováveis e também "no sentido de haver um turismo de fixação de habitação", mas ressalvou as diferenças em termos de demografia e desenvolvimento económico.

O chefe de Estado contou que atualmente encontra com frequência nas ruas de Cascais e de Lisboa norte-americanos, vindos do norte e do sul dos Estados Unidos, de Nova Iorque, da Califórnia, da Florida, a visitar e a residir temporariamente em Portugal.

"Porquê? Porque é seguro, porque é muito calmo, porque tem um clima magnífico, porque permite a partir daqui entrar na Europa", disse, concluindo: "Portanto, isto está a mudar, de facto".

Dos Estados Unidos da América têm chegado a Portugal "pessoas reformadas, outras ainda em atividade e jovens, muitos jovens para estudar", mencionou.

Marcelo Rebelo de Sousa salientou que esta presença norte-americana em Portugal também "tem custos".

"Isso tem custos, tem. Sobretudo, por um lado, na habitação, e tem custos na restauração, que se permite fazer preços à medida dos novos clientes que tem", apontou.

Neste encontro com cerca de duas centenas de portugueses e lusodescendentes em San Diego, onde não ia um Presidente português há 33 anos, Marcelo Rebelo de Sousa agradeceu a esta comunidade, que começou por ser de "grandes pescadores" e agora "está em todos os setores", com pessoas originárias dos Açores, da Madeira e do Algarve.

"Sinto-me em casa, estamos aqui em Portugal. Estamos ao mesmo tempo nos Estados Unidos da América, mas em Portugal. Esta casa é uma casa portuguesa", exclamou.

Apresentando-se como membro de uma família de emigrantes, desde o avô aos netos, o Presidente da República falou em português e em inglês, revelando que nunca tinha estado na Califórnia: "Tive de esperar até aos meus 73 anos".

"Quem sabe comece a ensinar aqui na Califórnia depois do meu mandato? Não sei, vou pensar nisso, vir aqui pelo menos alguns meses", admitiu, recebendo palmas.

[Notícia atualizada às 06h05]

Leia Também: Marcelo chegou a San Diego onde não ia um Presidente há 33 anos

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório