Meteorologia

  • 30 SETEMBRO 2022
Tempo
16º
MIN 14º MÁX 23º

"Janela de oportunidade" para estabilizar fogo na Serra da Estrela

Comandante nacional de Emergência e Proteção Civil indicou, num ponto de situação feito esta tarde, que "é expectável que, durante a noite, o vento perca intensidade".

"Janela de oportunidade" para estabilizar fogo na Serra da Estrela

No ponto de situação feito esta terça-feira, o comandante nacional de Emergência e Proteção Civil, André Fernandes, indicou que estavam no incêndio da Serra da Estrela, às 19h00, 1.295 operacionais, 400 veículos e 17 meios aéreos. 

Relativamente aos feridos nesta ocorrência, deu conta de um total de 63, dos quais 21 são ligeiros - nestes já se incluem os dois bombeiros feridos hoje num despiste perto de Sarzedo - três graves e 39 assistidos.

André Fernandes apontou ainda que duas casas foram afetadas, uma de primeira habitação e outra de segunda habitação, e a N18 foi cortada ao trânsito, tal como o Notícias ao Minuto já tinha noticiado esta tarde. Também houve corte de circulação a civis nas estradas municipais 619 e 501, na zona da Serra da Estrela.

O comandante nacional detalhou ainda a retirada de 45 pessoas para zonas de concentração e apoio à população. 

Relativamente à evolução do fogo, André Fernandes adiantou também que este continua "muito fragmentado, contudo é expectável que, durante a noite, o vento perca intensidade", abrindo, por isso, "uma janela de oportunidade" para os bombeiros conseguirem estabilizar o incêndio.  

Sobre as reativações, André Fernandes admite que a Proteção Civil não sabe se são tudo reativações, e "isso será investigado". 

Leia Também: Dois bombeiros feridos em despiste de autotanque em Sarzedo

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório