Meteorologia

  • 02 DEZEMBRO 2022
Tempo
MIN 7º MÁX 14º

Detido por maus-tratos após abandonar casa e deixar animais à morte

Dois animais já estavam cadáver quando as autoridades chegaram.

Detido por maus-tratos após abandonar casa e deixar animais à morte
Notícias ao Minuto

18:00 - 12/08/22 por Notícias ao Minuto

País GNR

O Comando Territorial de Aveiro, através do Núcleo de Proteção Ambiental (NPA) de Santa Maria da Feira, no dia 10 de agosto, deteve um homem de 43 anos por suspeitas do crime de maus-tratos a animais de companhia, no concelho de Santa Maria da Feira.

Segundo o comunicado da Guarda Nacional Republicana (GNR), no âmbito de duas denúncias apresentadas através da Linha SOS Ambiente e Território relacionada com maus-tratos a animais de companhia, "os elementos do NPA deslocaram-se a uma habitação, tendo constatado que era notório um odor nauseabundo".

Os militares depararam-se com o interior da casa "repleto de urina e excrementos de felinos, tendo sido detetado um felino júnior em estado de subnutrição, bem como, dois cadáveres de felinos".

No seguimento da ação foi possível apurar a identidade do proprietário dos animais, o qual já não vivia naquela residência e tinha deixado os animais no local. O suspeito foi detido, e os factos  foram comunicados ao Tribunal de Judicial de Santa Maria da Feira.

A Guarda Nacional Republicana, recorda ainda que, através do Serviço da Proteção da Natureza e do Ambiente (SEPNA), "tem como preocupação diária a proteção dos animais, apelando à denúncia de eventuais situações de maus-tratos ou abandono".

Para o efeito, poderá ser utilizada a Linha SOS Ambiente e Território (808 200 520) funcionando em permanência para a denúncia de infrações ou esclarecimento de dúvidas.

Leia Também: ASAE e Marinha realizam operação de fiscalização noturna a embarcações

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório