Meteorologia

  • 18 AGOSTO 2022
Tempo
17º
MIN 16º MÁX 32º

GNR detém suspeito de provocar incêndio urbano em Aljustrel

Um homem, com cerca de 50 anos, foi detido hoje pela GNR por suspeitas de ter provocado o incêndio que atingiu duas lojas, em Aljustrel, no distrito de Beja, revelou fonte da força de segurança.

GNR detém suspeito de provocar incêndio urbano em Aljustrel

A fonte do Comando Territorial de Beja da GNR indicou à agência Lusa que o suspeito foi detido por militares da Guarda, por suspeitas de fogo posto, depois de ter sido "retido pela população" no local.

O detido, com dupla nacionalidade portuguesa e francesa, foi encaminhado para o posto da GNR em Aljustrel para a "elaboração do expediente", adiantou a mesma fonte, referindo que a Polícia Judiciária foi chamada ao local.

Segundo uma fonte do Comando Distrital de Operações (CDOS) de Beja, o incêndio, para o qual foi dado alerta às 10:21, atingiu duas lojas contíguas de venda de produtos chineses, no centro de Aljustrel.

O fogo foi considerado dominado às 13:00, referiu a fonte do CDOS de Beja.

Na sequência do incêndio, um bombeiro da corporação de Aljustrel e um militar da GNR foram transportados com ferimentos ligeiros, devido à inalação de fumos, para as urgências do hospital de Beja.

O combate às chamas mobiliza bombeiros de várias corporações do distrito de Beja, a GNR e o Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), num total de 58 operacionais, apoiados por 23 veículos, incluindo uma viatura médica de emergência e reanimação (VMER).

Leia Também: Bombeiro e militar da GNR feridos por inalação de fumos em Aljustrel

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório