Meteorologia

  • 02 DEZEMBRO 2021
Tempo
15º
MIN 10º MÁX 15º

Edição

Sucata é a 'próxima paragem' de novas locomotivas da CP

A Comboios de Portugal (CP) possui, no Entroncamento, 26 locomotivas, totalmente reparadas sem qualquer utilidade, conta o Jornal de Notícias. Isto porque a empresa decidiu reparar antigas máquinas da série 2600, na mesma altura em que o Governo de José Sócrates adquiria, em 2006 e 2007, 25 locomotivas elétricas da Siemens. Com máquinas a mais e serviço a menos, a próxima paragem das 26 máquinas parece ser mesmo a sucata.

Sucata é a 'próxima paragem' de novas locomotivas da CP

Em abril de 2004 a CP lançou um concurso para o fornecimento de 15 locomotivas elétricas, mais dez de opção. Santana Lopes era quem estava no poder quando foi dada a vitória à Siemens e José Sócrates quando, em 2006, se encomendaram 15 locomotivas, e mais 10 em 2007, num valor total de 105 milhões de euros.

O objetivo era substituir 25 locomotivas das séries 2500 e 2550, das décadas de 1950/60. O problema é que na mesma altura a CP havia decidido modernizar locomotivas 2600, dos anos 70 e 80, e com uma carreira de sucesso no transporte de passageiros em longo curso, refere o Jornal de Notícias.

Uma reparação que, para fontes próximas ao processo, tratou-se de um desperdício. Isto porque, além de as locomotivas terem condições para durar mais uma ou duas décadas sem qualquer reparo, encontram-se também agora paradas no Entroncamento, sem qualquer utilidade.

Segundo um funcionário da empresa, como não havia serviço suficiente para todas as locomotivas, começou “a dar barraca haver novas locomotivas paradas e a estratégia foi encostar as outras”. Por isto, o destino das máquinas deve ser a sucata.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório