Meteorologia

  • 15 AGOSTO 2022
Tempo
28º
MIN 19º MÁX 28º

Bolsonaro? "Quem convida para almoçar é que decide se quer almoçar"

Marcelo diz que foi Bolsonaro que insistiu para um almoço em Brasília e dá a entender que o convite ainda não foi oficialmente retirado.

Bolsonaro? "Quem convida para almoçar é que decide se quer almoçar"

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, disse, esta sexta-feira, que foi o seu homólogo brasileiro, Jair Bolsonaro, que o convidou para almoçar em Brasília, indicando que é um convite que cabe ao chefe de Estado brasileiro manter ou não.

"Quem convida para almoçar é que decide se quer almoçar, em que termos quer almoçar e se faz questão de manter o almoço ou não", começou por dizer Marcelo, no Aeroporto de Lisboa, ao ser questionado pelos jornalistas sobre se o facto de Bolsonaro ter desmarcado o encontro se devia à reunião que terá com o candidato à presidência brasileira Lula da Silva.

O chefe de Estado recordou que numa anterior viagem ao Brasil teve contacto com antigos presidentes brasileiros com quem "aprazou" voltar a encontrar-se agora. "Para mim é muito simples, há um paralelo total de situações, são três antigos presidentes (...) são personalidades que por si próprias marcaram muitas relações entre Portugal e o Brasil", destacou, dando assim a entender que eram encontros que já estavam planeados antes do convite para o almoço de Bolsonaro.

"Agora, é evidente, se o senhor presidente do República Federativa do Brasil entende que não pode, não quer, não é oportuno, não entra na sua programação manter o convite, que aliás teve a gentileza de mandar por escrito (...) é muito simples, quem convida é que tem a palavra de manter o convite ou não manter o convite", insistiu, indicando que parte para o Brasil "com o mesmo programa" que tinha previsto e dando a entender que o convite de  Bolsonaro não foi oficialmente retirado.

Marcelo assegurou ainda que este possível cancelamento não fragiliza as relações entre ambos os países. "As relações entre Portugal e o Brasil são entre povos. Não é haver um almoço ou não haver que faz com que os 200 e tal mil de brasileiros que estão cá deixem de gostar de Portugal", afirmou.

Recorde-se que o Presidente da República viaja hoje para o Brasil, e vai passar pelo Rio de Janeiro, São Paulo e, o plano indicava também uma passagem por Brasília, estando previstos encontros com Lula da Silva, Michel Temer e Jair Bolsonaro.

Durante a tarde, o presidente do Brasil confirmou que cancelou o encontro com Marcelo devido à reunião que este teria com Lula da Silva. "Resolvi cancelar o almoço que teria comigo, bem como toda a programação", afirmou Bolsonaro à CNN Brasil.

[Notícia atualizada às 23h35]

Leia Também: Bolsonaro cancela encontro com Marcelo Rebelo de Sousa

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório