Meteorologia

  • 12 AGOSTO 2022
Tempo
19º
MIN 18º MÁX 31º

Incêndios. Dezasseis concelhos de quatro distritos em perigo máximo

Dezasseis concelhos dos distritos de Santarém, Castelo Branco, Portalegre e Faro apresentam hoje um perigo máximo de incêndio, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Incêndios. Dezasseis concelhos de quatro distritos em perigo máximo

Em perigo máximo estão os concelhos de Constância, Chamusca, Vila Nova da Barquinha, Abrantes, Tomar, Ferreira do Zêzere, Sardoal, Mação (Santarém), Vila de Rei (Castelo Branco), Gavião (Portalegre), Aljezur, Lagos, Silves, Loulé, São Brás de Alportel e Tavira (Faro).

O IPMA colocou também vários concelhos de todos os distritos de Portugal continental, exceto Viana do Castelo, Porto, Braga e Aveiro, em perigo muito elevado e elevado de incêndio.

Segundo o IPMA, o perigo de incêndio vai manter-se elevado em algumas regiões do continente pelo menos até sexta-feira.

O perigo de incêndio, determinado pelo IPMA, tem cinco níveis, que vão de reduzido a máximo.

Os cálculos são obtidos a partir da temperatura do ar, humidade relativa, velocidade do vento e quantidade de precipitação nas últimas 24 horas.

O IPMA prevê para hoje no continente céu pouco nublado ou limpo e vento fraco a moderado de norte/noroeste, soprando moderado a forte, com rajadas até 65 quilómetros por hora durante a tarde, na faixa costeira e nas terras altas, em especial do Centro e Sul.

Está também prevista uma pequena subida da temperatura máxima, em especial no interior e exceto na faixa costeira ocidental.

As temperaturas mínimas vão oscilar entre os 7 graus Celsius (na Guarda) e os 15 (em Faro) e as máximas entre os 20 (na Guarda, Porto e Viana do Castelo) e os 31 (em Faro).

Leia Também: Distritos a Norte em seca severa/extrema e sem "notícias animadoras"

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório