Meteorologia

  • 17 AGOSTO 2022
Tempo
26º
MIN 17º MÁX 26º

Portugal registou menos de 100 mil casos de Covid-19 na semana passada

Entre 14 e 20 junho, foram detetados 95.943 casos positivos. País registou também menos mortes e menos internados.

Portugal registou menos de 100 mil casos de Covid-19 na semana passada
Notícias ao Minuto

20:01 - 24/06/22 por Tomásia Sousa com Lusa

País Covid-19

Portugal registou, entre 14 e 20 junho, 95.943 infeções pelo coronavírus SARS-CoV-2, 239 mortes associadas à covid-19 e uma diminuição dos internamentos em enfermaria e cuidados intensivos, indicou hoje a Direção-Geral da Saúde (DGS).

São menos 17.185 casos e menos 22 mortes face à semana anterior.

Quanto à ocupação hospitalar em Portugal continental por covid-19, a DGS dá conta de que, a 20 de junho, havia 1.743 internados por causa do vírus (menos 153 do que na semana anterior) e 85 em unidades de cuidados intensivos (menos 13).

De acordo com o boletim da DGS, a incidência a sete dias estava, na segunda-feira, nos 932 casos por 100 mil habitantes, tendo registado uma diminuição de 15% em relação à semana anterior, e o índice de transmissibilidade (Rt) do coronavírus registava o valor de 0,88.

O boletim semanal mostra que o número de óbitos aumentou apenas nas regiões autónomas, em Lisboa e Vale do Tejo (LVT) e no Norte. Já o número de novos casos de infeção desceu em todas as regiões com exceção do Algarve.

Por regiões, Lisboa e Vale do Tejo registou 45.219 casos entre 14 e 20 de junho, menos 4.851 do que no período anterior, e 84 óbitos, mais três.

A região Centro contabilizou 12.521 casos (menos 2.992) e 40 mortes (menos 24) e o Norte totalizou 22.401 casos de infeção (menos 7.560) e 80 mortes (mais três).

No Alentejo foram registados 3.916 casos positivos (menos 350) e oito óbitos (menos nove) e no Algarve verificaram-se 4.821 infeções pelo SARS-CoV-2 (mais 332) e seis mortes (menos cinco).

Quanto às regiões autónomas, os Açores tiveram 3.558 novos contágios entre 14 e 20 de junho (menos 1.167) e nove mortes (mais seis), enquanto a Madeira registou 3.507 casos nesses sete dias (menos 597) e 12 óbitos (mais quatro), de acordo com os dados da DGS.

De acordo com os dados, a faixa etária que registou o maior aumento de testes positivos na última semana foi o grupo dos 40 aos 49 anos (16.141), seguido da faixa dos 50 aos 59 anos (15.211).

Dos internamentos totais, 700 foram de idosos com mais de 80 anos, seguindo-se a faixa etária dos 70 aos 79 anos (412) e dos 60 aos 69 anos (220).

A DGS contabilizou ainda 14 internamentos no grupo etário das crianças até aos 9 anos, 11 dos 10 aos 19 anos, 22 dos 20 aos 29 anos, 32 dos 30 aos 39 anos, 62 dos 40 aos 49 anos e 116 dos 50 aos 59 anos.

O boletim refere também que, nestes sete dias, morreram 180 pessoas com mais de 80 anos, 38 pessoas entre os 70 e 79 anos, 13 entre os 60 e 69 anos, quatro entre os 50 e 59 anos, três entre os 40 e 49 anos e uma entre os 30 e 39 anos.

Relativamente à vacinação contra a covid-19, o boletim refere que 93% da população tem a vacinação completa, 64% dos elegíveis a primeira dose de reforço e 52% dos idosos com 80 ou mais anos a segunda dose para reforçar a imunização contra o SARS-CoV-2.

[Notícia atualizada às 20h30]

Leia Também: Mais de 80 ainda sem a 4.ª dose? 'Casa Aberta' já está disponível

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório