Meteorologia

  • 02 JULHO 2022
Tempo
29º
MIN 16º MÁX 30º

PJ e Guardia Civil desmantelam grupo que construía lanchas para tráfico

Em comunicado enviado ao Notícias ao Minuto, a autoridade esclarece que na ação policial "foram efetuadas buscas a empresas e armazéns em Portugal, num total de oito, na região do Alto Minho, na margem sul de Lisboa e no Algarve".

PJ e Guardia Civil desmantelam grupo que construía lanchas para tráfico
Notícias ao Minuto

11:00 - 23/06/22 por Notícias ao Minuto

País Tráfico de droga

A Polícia Judiciária (PJ) e a Guardia Civil Espanhola de Pontevedra desenvolveram uma operação em diferentes regiões de Portugal e Espanha, que conduziu ao desmantelamento de uma associação criminosa que se dedicava à construção e utilização de embarcações de alta velocidade, conhecidas como “lanchas voadoras”, que utilizariam no transporte de grandes quantidades de estupefacientes, que introduziam na Europa.

Em comunicado enviado ao Notícias ao Minuto, a autoridade esclarece que na ação policial "foram efetuadas buscas a empresas e armazéns em Portugal, num total de oito, na região do Alto Minho, na margem sul de Lisboa e no Algarve, a que se somaram dezenas de ações similares em diferentes regiões de Espanha".

Segundo a PJ, esta operação foi o culminar de ações desenvolvidas no âmbito da cooperação entre as entidades policiais dos dois países, que decorriam há cerca de ano e meio, dirigidas a grupo criminoso constituído em Espanha que, considerando a proibição de produção de “lanchas voadoras” decretada em Espanha em 2018, socorreu-se de empresas portuguesas.

O grupo fazia as encomendas das embarcações em Portugal e colaboravam-nas na agua, em diferentes pontos da costa portuguesa e espanhola, já carregadas com grandes quantidades de combustível em bidões, destinadas à recolha e transporte de estupefacientes.

As buscas em Portugal, conduziram à apreensão de: 21 lanchas em diferentes estados de produção, "estando uma já totalmente equipada e dotada com 4 motores de 300 HP", a estas acrescem outras apreendidas em Espanha, totalizando "40 embarcações", uma dezena das quais apetrechadas e disponíveis a serem de imediato utilizadas pela organização.

Constaram ainda das apreensões um motor de 225 HP, 10 cascos para lanchas, seis moldes, dinheiro e diversa documentação relacionada com a atividade criminosa.

No que diz respeito a detenções, foi cumprido um mandado europeu, sendo detido um cidadão português, empresário, com 39 anos de idade, a quem as autoridades judiciárias espanholas imputam a pertença a organização criminosa dedicada ao contrabando e tráfico de drogas. Depois de presente ao Tribunal da Relação de Guimarães, ficou sujeito à medida de coação de obrigação de permanência na habitação com pulseira eletrónica.

Em Espanha, foram ainda efetuadas detenções num total de 72 indivíduos, suspeitos de integrarem esta organização criminal.

No ano e meio em que decorreram as investigações, em Espanha e Portugal, foram monitorizadas e identificadas "múltiplas ações ilícitas da organização criminosa com relevância probatória, tendo sido possível intercetar e apreender uma tonelada de haxixe no sul de Espanha", diz-nos ainda a autoridade.

Leia Também: GNR detém homem na Vidigueira com centenas de doses de 4 tipos de drogas

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório