Meteorologia

  • 06 JULHO 2022
Tempo
19º
MIN 17º MÁX 34º

"Virámos a página desta crise, agora é mesmo arregaçar as mangas"

Momentos depois de o Orçamento do Estado ter sido aprovado, o Primeiro-ministro defendeu que o documento "apoia fortemente a recuperação económica".

"Virámos a página desta crise, agora é mesmo arregaçar as mangas"
Notícias ao Minuto

13:19 - 27/05/22 por Tomásia Sousa com Lusa

País António Costa

O Primeiro-ministro defendeu, esta sexta-feira, logo após a aprovação do Orçamento do Estado para 2022 que o país virou "a página desta crise" e que este "é um orçamento que apoia fortemente a recuperação económica".

"Ao fim de sete meses, o país tem finalmente um Orçamento do Estado para este ano", afirmou, à saída do hemiciclo. "Virámos a página desta crise, agora é mesmo arregaçar as mangas."

Momentos depois de o documento ter sido aprovado, em votação final global, com os votos a favor de toda a bandada do PS, as abstenções do PAN, do Livre e dos três deputados do PSD/Madeira e a oposição de todos os outros partidos, Costa afirmou que este era o "orçamento que os portugueses aguardavam".

Perante os jornalistas, numa breve declaração, procurou sintetizar a sua perspetiva sobre as principais características da proposta orçamental do Governo que entrará em vigor em 7 de julho próximo.

"Um orçamento que vai permitir aos jovens, à classe média, às famílias com menores rendimentos pagarem menos IRS. Vai permitir aos pensionistas receberem já a partir de julho o aumento extraordinário das suas pensões com efeitos retroativos a janeiro, assim como reforçar os equipamentos sociais, começando no Serviço Nacional de Saúde, mas, também, com o início do programa das creches gratuitas já a partir do início do próximo ano letivo e melhorando significativamente a ação social escolar para todos os jovens que querem frequentar os seus mestrados", começou por destacar.

"É um Orçamento que apoia fortemente a recuperação económica, seja pelo incentivo que dá às empresas para poderem investir, seja também pelo reforço do investimento público", acrescentou.

[Notícia atualizada às 13h49]

Leia Também: Aprovado o Orçamento do Estado para este ano (sem surpresas)

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório