Meteorologia

  • 05 JULHO 2022
Tempo
18º
MIN 17º MÁX 32º

Covid-19. Portugal já terá ultrapassado o pico da sexta vaga

Governo decidiu "manter as medidas em vigor", prolongando a situação de alerta.

Covid-19. Portugal já terá ultrapassado o pico da sexta vaga

Portugal já terá ultrapassado o pico da sexta vaga da pandemia, pelo que o Governo não vai avançar com medidas excecionais, afirmou a ministra da Presidência esta quinta-feira, em conferência de imprensa, após o Conselho de Ministros.

"Neste momento, de acordo com a análise aos números, o pico já terá passado, com algumas regiões já com quedas visíveis, assim como no que respeita [à incidência] em grupos etários. Por essa razão, o Conselho de Ministros decidiu manter as medidas em vigor", afirmou.

Mariana Vieira da Silva esteve ontem reunida com a ministra da Saúde, Marta Temido, e os peritos que aconselham o Governo no âmbito da Covid-19, e "a decisão foi a de manter as medidas em vigor".

Segundo a ministra, neste momento, "já se está a verificar a inversão da tragetória" em "muitas regiões do nosso país".

Além disso, refere, "o número de pessoas internadas em unidades de cuidados intensivos está abaixo dos 40% do que era a linha vermelha do Governo" e está a ser realizado "o reforço vacinal dos maiores de 80 anos".

"Também significa que cada um de nós tem esse poder de proteção dos mais vulneráveis, evitando o contacto com pessoas mais vulneráveis num contexto em que tivemos sintomas", relembra.

"Entendo que não são necessárias medidas adicionais", referiu Mariana Vieira da Silva, apontando que "o fim da obrigatoriedade do uso de máscaras, por exemplo, não significa que a máscara não deva ser utilizada em situações de maior risco".

A ministra anunicou também que o Conselho de Ministros aprovou o prolongamento até 30 de junho da situação de alerta devido à situação epidemiológica.

"Foi também aprovada a resolução que prorroga a declaração de situação de alerta em todo o território nacional continental, no âmbito da pandemia da doença covid-19, até às 23h59 do dia 30 de junho, mantendo-se inalteradas todas as medidas que atualmente se encontram em vigor", afirmou a governante em conferência de imprensa.

Reveja aqui a conferência de imprensa do Conselho de Ministros na íntegra:

[Notícia atualizada às 15h13]

Leia Também: Instituições alertam para 193 surtos ativos de Covid-19 em lares

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório