Meteorologia

  • 28 JUNHO 2022
Tempo
27º
MIN 15º MÁX 27º

Presidente timorense vai condecorar hoje cinco assessores portugueses

O Presidente timorense vai condecorar hoje cinco assessores portugueses, três deles destacados na Presidência, num dia de 'maratona' de promulgações jurídicas de vários diplomas.

Presidente timorense vai condecorar hoje cinco assessores portugueses

As condecorações, com a Ordem da Liberdade, vão ser entregues num jantar de "despedida e reconhecimento da contribuição dos funcionários públicos e contratados da Presidência da República", oferecido por Francisco Guterres Lú-Olo no Palácio Nobre de Lahane.

Na mesma ocasião será ainda condecorado o padre jesuíta João Felgueiras, que cumpre no próximo mês 101 anos e que viveu mais de metade da vida em Timor-Leste.

Fonte da Presidência confirmou que Felgueiras receberá o Colar da Ordem de Timor-Leste, depois de anteriormente ter recebido a insígnia da mesma condecoração.

Os três condecorados da Presidência da República são Jorge Gonçalves, assessor jurídico internacional, Jorge Graça, assessor internacional para a Casa Militar da Presidência da República, e Clarisse Silva, consultora do serviço de tradução da Casa Civil.

Serão ainda condecoradas Teresa Coelho, assessora do Instituto Nacional de Segurança Social (INSS), que está a trabalhar em Timor-Leste há dez anos e que teve um papel crucial na criação do sistema de segurança social do país, e Ana Mónica Carvalho, assessora jurídica no Parlamento Nacional, onde está destacada há vários anos.

Esta semana, o chefe de Estado já condecorou mais de 80 timorenses que tiveram um papel destacado na luta contra a ocupação indonésia, numa cerimónia que decorreu no Palácio Presidencial, em Díli.

No último dia do mandato, Lú-Olo vai ainda condecorar com o Grande Colar da Ordem de Timor-Leste o Presidente português, Marcelo Rebelo de Sousa, e o governador-geral australiano, David Hurley.

Criada em 2009, a Ordem de Timor-Leste pretende "com prestígio e dignidade, demonstrar o reconhecimento de Timor-Leste por aqueles, nacionais e estrangeiros, que na sua atividade profissional, social ou mesmo num ato espontâneo de heroicidade ou altruísmo, tenham contribuído significativamente em benefício de Timor-Leste, dos timorenses ou da humanidade".

Leia Também: Marcelo destaca "unidade nacional na luta de Timor pela independência"

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório