Meteorologia

  • 06 JULHO 2022
Tempo
29º
MIN 17º MÁX 31º

Testagem ao VIH e hepatite B e C aumenta em 2021

Semana Europeia do Teste da Primavera de 2022 é uma iniciativa organizada pela EuroTEST desde 2013.

Testagem ao VIH e hepatite B e C aumenta em 2021
Notícias ao Minuto

11:09 - 16/05/22 por Notícias ao Minuto com Lusa

País Rastreio

A testagem ao VIH e hepatites B e C aumentou em 2021 face a 2020, anuncia esta segunda-feira a Direção-Geral da Saúde (DGS). 

A nota da DGS, a que o Notícias ao Minuto teve acesso, serve para assinalar a Semana Europeia do Teste da Primavera de 2022 - de 16 a 23 de maio - que tem por "objetivo de promover a consciencialização sobre o benefício do diagnóstico precoce da infeção por VIH, infeções sexualmente transmissíveis e hepatites virais e a eficácia da adesão ao tratamento, no pleno respeito pelo princípio da confidencialidade".

O número de testes para o VIH "aumentou substancialmente", detalha o comunicado. Em 2021 foram realizados 325.000 testes, o equivalente a "um aumento de 26% comparativamente a 2020, ano em que foram efetuados 257.200".

Destes 325 mil testes, 300  mil  foram realizados nos  cuidados  de saúde primários, representando um aumento de 31% em relação a 2020, em que foram efetuados cerca de 229.200. Os restantes 25 mil foram efetuados por organizações não-governamentais e de base comunitária que "mantiveram as suas respostas de rastreio e referenciação".

Relativamente à hepatite, realizaram-se cerca de 477.500 testes à hepatite B e 382.000 à hepatite C em 2021, correspondendo a um aumento de 10% face a 2020, em que foram efetuados 439.500 e 351.500, respetivamente.

"Nos cuidados de saúde primários e nos hospitais foram prescritos e faturados, no total, cerca de 460 mil testes anti-HBs e 360 mil testes anti-VHC. Comparativamente ao ano anterior, em que houve registo de 425.500 e 335.700, verificou-se um aumento de cerca de 8% e 7%", detalha o comunicado.

Em declarações à Lusa, o responsável pelo Programa Nacional para as Hepatites Virais, Rui Tato Marinho, congratulou-se com este aumento, sublinhando que um dos objetivos deste programa era precisamente um aumento dos rastreios, sublinhando a importância de toda a população fazer estes testes "pelo menos uma vez na vida, mesmo sem sintomas".

"Uma gota de sangue permite identificar pessoas em fases iniciais destas doenças, que são assintomáticas", afirmou o responsável, sublinhando: "As pessoas aceitam bem procurar saber o que têm, pois em testes covid-19 foram feitos 40 milhões".

Tato Marinho diz que o objetivo é tratar cerca de 2.500 pessoas com hepatite C até final deste ano. Os dados oficiais indicam que, desde 2015, já foram tratadas 30.000 pessoas.

A Semana Europeia do Teste da Primavera de 2022 é uma iniciativa organizada pela EuroTEST desde 2013.

Leia Também: VIH/SIDA. Especialista do INSA integra comité coordenador do ECDC

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório