Meteorologia

  • 17 OUTUBRO 2019
Tempo
20º
MIN 18º MÁX 22º

Edição

Tribunal nega recurso a jovem que esfaqueou colegas e funcionária

O Tribunal da Relação de Lisboa negou o recurso apresentado pela defesa e decidiu manter o internamento do jovem de Massamá que esfaqueou uma funcionária e dois colegas na escola secundária Stuart Carvalhais.

Tribunal nega recurso a jovem que esfaqueou colegas e funcionária

Ficou hoje decidido pelo Tribunal da Relação de Lisboa que o jovem que esfaqueou três colegas e uma funcionária na escola secundária Stuart Carvalhais irá continuar internado apesar de o recurso apresentado por Pedro Proença, advogado do jovem após o tribunal de primeira instância ter condenado, a 04 de fevereiro de 2014, o jovem a dois anos e meio de internamento.

O Tribunal de Família e Menores de Sintra condenou o adolescente a dois anos e meios de internamento em regime fechado por três crimes de homicídio qualificado na forma tentada e um crime de detenção de arma proibida.

O advogado do jovem, Pedro Proença revelou "fui hoje informado que o Tribunal da Relação de Lisboa manteve a decisão do tribunal de primeira instância [Tribunal de Família e Menores de Sintra], mas ainda desconheço qual a fundamentação, pois ainda não fui notificado do acórdão que foi hoje proferido pela Relação de Lisboa", em declarações à agência Lusa.

Este caso remonta a 14 de outubro de 2013 quando o jovem, entrou na escolha com duas facas de cozinha e um spray de gás pimenta e terá feito explodir um ‘very light’ num dos pavilhões da escola. À saída de alunos, professores e funcionários da escola, o rapaz aproveitou para atacar com as facas três colegas e uma funcionária.

Na altura dos factos, fontes policiais revelaram que foi encontrada uma folha na mochila do jovem onde este teria descrito o seu objetivo: o de matar pelo menos 60 pessoas, imitando os massacres que já aconteceram em escolas dos Estados Unidos.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório