Meteorologia

  • 07 OUTUBRO 2022
Tempo
19º
MIN 15º MÁX 30º

DGS recomenda 4ª dose para imunossuprimidos e reforço para grávidas

Direção Geral da Saúde emitiu esta quinta-feira parecer sobre as quartas doses da vacina contra a Covid-19.

DGS recomenda 4ª dose para imunossuprimidos e reforço para grávidas
Notícias ao Minuto

19:07 - 17/02/22 por Notícias ao Minuto

País Covid-19

A Direção Geral da Saúde emitiu, esta quinta-feira, um comunicado onde recomenda a vacinação contra a Covid-19 com a quarta dose de reforço "em pessoas com  imunossupressão  grave,  que  receberam  uma  dose  adicional para completar o esquema vacinal primário"

"A vacinação com dose adicional foi anteriormente recomendada à população com imunossupressão, de forma a possibilitar um nível de proteção adequado e idêntico ao esquema vacinal inicial na população em geral", lê-se no comunicado da autoridade de saúde enviado às redações. 

De referir que, no caso dos vacinados com a vacina da Janssen, isto corresponde a uma terceira dose, visto que esta vacina é uma vacina monodose.

Na mesma nota, a DGS apela ainda à vacinação de reforço em grávidas. "Para a proteção atempada, a Norma salvaguarda, ainda, que a vacinação na grávida é prioritária, pelo risco acrescido  de  complicações relacionadas com a Covid-19 neste grupo", apela ainda a DGS. 

Recorde-se que a vacinação de reforço contra a Covid-19 já é recomendada em adultos a partir dos 18 anos, onde também se incluem as grávidas. 

Neste momento, qualquer pessoa com mais de 18 anos pode fazer o agendamento da vacina, desde que não tenha estado infetado com covid-19 há mais de cinco meses.

O portal de autoagendamento permite também marcações de pessoas com 50 ou mais anos para dose de reforço contra a Covid-19 e vacina contra a gripe. Portugal administrou, nas últimas 24 horas, mais 23.754 doses de reforço da vacina contra a Covid-19. De acordo com o Relatório de Vacinação divulgado esta quinta-feira pela Direção-Geral da Saúde (DGS), num total de 5.759.386 pessoas 'reforçadas'.

Relativamente ao boletim epidemiológico desta quinta-feira, contam-se mais 16.488 casos de contágio e 42 mortes. Em relação a ontem, há uma variação de 0,53% no número de contágios e de 0,20% nas vítimas mortais. 

Leia Também: EMA insiste que é preciso esperar por resultados de ensaios sobre 4ª dose

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório