Meteorologia

  • 18 MAIO 2022
Tempo
16º
MIN 15º MÁX 25º

Associação destaca papel "significativo" da fábrica Esmaltina

O presidente da ABIMOTA - Associação Nacional das Indústrias de Duas Rodas, Gil Nadais, destacou o papel significativo, histórico, da fábrica de Bicicletas Esmaltina, em Sangalhos, no concelho de Anadia, Aveiro, que ficou hoje destruída pelo fogo.

Associação destaca papel "significativo" da fábrica Esmaltina
Notícias ao Minuto

10:10 - 27/01/22 por Lusa

País Bicicletas

Um incêndio violento destruiu hoje o pavilhão principal da fábrica de bicicletas Esmaltina, apesar do trabalho de mais de 90 operacionais presentes no local, segundo o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Aveiro.

Em declarações hoje à agência Lusa, o presidente da ABIMOTA lamentou a destruição da fábrica, mas disse ter esperança que a fábrica consiga reerguer-se.

"Esta é uma fábrica histórica, emblemática no setor, será das mais antigas senão a mais antiga fábrica de bicicletas portuguesa. Tinha um papel significativo na produção de bicicletas sobretudo na área da exportação e também tinha uma forte componente de trabalho na área das bicicletas elétricas, portanto fica um sentimento de perda, mas esperemos e estamos convictos que será por pouco tempo", disse.

De acordo com Gil Nadais, o concelho de Anadia, no distrito de Aveiro, tem um forte polo de montagem de bicicletas, com grandes empresas, mas mais recentes do que a Esmaltina.

"A Esmaltina colocava-se mais na montagem de bicicletas embora tivesse algum fabrico. Fabricava algumas rodas por exemplo e um ou outro componente para as suas bicicletas. Abastecia-se sobretudo no mercado nacional, mas também recorria às importações", contou.

Segundo o presidente da ABIMOTA, as empresas do setor de duas rodas neste momento em Portugal são em número significativo.

"Se não fossem não poderiam fazer do setor o maior produtor de bicicletas da Europa", destacou, acrescentando que entre montagem e componentes, existem no país mais de 70 empresas.

Apesar do desfecho da fábrica histórica, Gil Nadais acredita que a emblemática fábrica não irá desaparecer.

O alerta para o incêndio na Esmaltina foi dado às 23:19 de quarta-feira, de acordo com a informação disponibilizada no 'site' da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC), tendo sido dado como dominado às 03:28.

Às 09:45, estavam ainda no local 50 operacionais, com o apoio 19 veículos.

A Esmaltina é uma das mais antigas empresas de bicicletas do país.

Fundada em 1970, possui um volume de faturação de cerca de 10 milhões de euros e emprega atualmente pouco mais de 50 pessoas. Produz cerca de 200 mil veículos por ano, sobretudo para o mercado ibérico.

"A Esmaltina já produziu mais de três milhões de bicicletas para os seus clientes na Europa, África e América do Sul", lê-se no 'site' da empresa.

Leia Também: Incêndio destrói fábrica de bicicletas Esmaltina em Sangalhos

Notícias ao Minuto nomeado para os Prémios Marketeer

O Notícias ao Minuto é um dos nomeados da edição de 2022 dos Prémios Marketeer, na categoria de Digital Media. As votações decorrem até ao próximo dia 31 de maio.

Para nos ajudar a vencer, basta aceder ao site da iniciativa organizada pela revista Marketeer, clicando aqui, e proceder ao preenchimento do formulário, selecionando Notícias ao Minuto na categoria de Digital Media e formalizando depois a votação. Obrigada pela sua preferência!

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório