Meteorologia

  • 22 MAIO 2022
Tempo
18º
MIN 17º MÁX 23º

Pirataria marítima está a baixar e no ano passado houve 132 incidentes

Mais de 130 incidentes de pirataria marítima foram registados no ano passado, o número mais baixo desde a década de 90 e que não inclui qualquer registo em navios de bandeira portuguesa, indicam os dados hoje divulgados.

Pirataria marítima está a baixar e no ano passado houve 132 incidentes
Notícias ao Minuto

11:15 - 18/01/22 por Lusa

País DGRM

De acordo com a Direção-Geral de Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos (DGRM), que cita a Câmara de Comércio Internacional, 88% dos 132 incidentes registados resultaram na entrada dos piratas a bordo, "com ameaças de armas de fogo ou armas brancas".

Estes 132 incidentes representam uma quebra relativamente aos 195 que tinham sido registados no ano anterior, uma redução que a DGRM justifica com "as fortes medidas colocadas em prática pelos países dos grandes armadores mundiais" e as medidas "adotadas pelas próprias companhias de gestão dos navios".

A DGRM destaca a "ação musculada" da Dinamarca, em proteção do seu armador Maersk, que tem desenvolvido ações concretas com navios e militares dinamarqueses, tendo o episódio mais grave ocorrido em novembro passado, "com uma troca de tiros da qual resultaram quatro piratas mortos no Golfo da Guiné".

"O Golfo da Guiné continua a ser a pior zona do globo, pese embora tenha decrescido bastante o número de incidentes. Em 2020 tinham sido registadas 81 ocorrências e em 2021 apenas foram registadas 34 (-55%)", indica a DGRM.

A presença de forças navais internacionais e a cooperação com os estados costeiros são apontados como os motivos para esta redução.

Ainda assim, lembra a DGRM, em 2021 "os piratas no Golfo da Guiné raptaram 57 pessoas de navios de marinha mercante".

A nota sublinha que no ano passado não ocorreram incidentes de pirataria com navios de bandeira portuguesa, "embora existam vários navios de bandeira lusa a atravessar zonas de risco".

"Para este efeito, muito tem contribuído o novo Diploma de Segurança Privada a Bordo, tendo neste ano a DGRM aprovado 199 planos antipirataria para navios registados em Portugal", acrescenta.

A pirataria no mar contempla qualquer ato ilegal de violência realizada contra os tripulantes ou passageiros de navios, bem como a abordagem ilegal e tomada de controlo sobre o navio.

Leia Também: Atos de pirataria marítima descem para 132, valor mais baixo desde 1994

Notícias ao Minuto nomeado para os Prémios Marketeer

O Notícias ao Minuto é um dos nomeados da edição de 2022 dos Prémios Marketeer, na categoria de Digital Media. As votações decorrem até ao próximo dia 31 de maio.

Para nos ajudar a vencer, basta aceder ao site da iniciativa organizada pela revista Marketeer, clicando aqui, e proceder ao preenchimento do formulário, selecionando Notícias ao Minuto na categoria de Digital Media e formalizando depois a votação. Obrigada pela sua preferência!

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório