Meteorologia

  • 19 JANEIRO 2022
Tempo
14º
MIN 5º MÁX 15º

Edição

Parvovírus por detrás da morte de gatos em Pombal

O vírus é “altamente contagioso”.

Parvovírus por detrás da morte de gatos em Pombal

O Serviço de Veterinária do Município de Pombal anunciou que a morte de alguns gatos na cidade se deveu a uma “patologia grave, provocada por um Parvovírus, altamente contagiosa e caracterizada por uma elevada mortalidade”.

Depois do alerta na Polícia de Segurança Pública (PSP), no dia 6 de janeiro, o serviço procedeu à retirada de dois cadáveres de felinos, assim como de um terceiro, com a ajuda dos Bombeiros Voluntários de Pombal. Foi ainda retirado um outro gato, vivo, mas com dificuldade respiratória e ataxia, refere o comunicado a que o Notícias ao Minuto teve acesso.

“O animal foi sujeito a exames de diagnóstico, tendo dado positivo para Panleucopénia felina, uma patologia grave, provocada por um Parvovírus, altamente contagiosa e caracterizada por uma elevada mortalidade”, diz Dina Loureiro, médica veterinária daquele serviço.

Nesse sentido, os moradores foram alertados para que mantivessem os seus felinos em casa, de forma a evitar a propagação do vírus. A entidade deixou, ainda “jaulas no local, entregues a moradores, para recolha de outros animais que pudessem, eventualmente, deambular por ali e que não tenham detentor.”

“O Serviço de Veterinária do Município de Pombal tem estado a colaborar com as autoridades na respetiva investigação, nomeadamente no esclarecimento de quaisquer dúvidas que possam ser levantadas sobre o ocorrido”, assegura.

Leia Também: Homem internado pelo crime de violência doméstica sobre a mãe em Pombal

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório