Meteorologia

  • 26 SETEMBRO 2022
Tempo
18º
MIN 15º MÁX 26º

Testou positivo à Covid-19? Saiba o que fazer

O Notícias ao Minuto recorda-o das medidas e precauções que deverá tomar.

Testou positivo à Covid-19? Saiba o que fazer

Numa altura em que Portugal regista valores recorde de casos de Covid-19 – hoje foram 28.659 –, o Notícias ao Minuto recorda-o das medidas e precauções que deverá tomar se ficar infetado, se contagiar alguém, e ainda se estiver em quarentena ou isolamento profilático.

Saiba o que fazer, caso se 'cruze' com a doença:

Contacte a Linha SNS24

  • Se suspeita estar infetado com a Covid-19, deverá contactar a Linha SNS24 (808 24 24 24), de forma a que esse diagnóstico seja confirmado, através de um teste PCR.
  • Se, de facto, estiver positivo, terá de se isolar por um período de 10 dias. Se, por outro lado, estiver positivo mas assintomático, ou se porventura for um contacto de alto risco, o isolamento desce para sete dias, com direito a baixa médica passada pelo médico assistente.
  • O anúncio da redução do período de isolamento foi hoje feito pela Direção-Geral de Saúde (DGS), depois de a Madeira ter reduzido para cinco dias o isolamento destes grupos.


Isole-se

  • O segundo passo deverá ser o isolamento, que dependerá da sua situação.
  • Em isolamento, a DGS recomenda que permaneça em casa, separado dos seus coabitantes, e que não partilhe objetos nem receba visitas.
  • Além disso, o organismo alerta que deverá monitorizar os seus sintomas, como tosse, dor de cabeça, dores musculares, febre, falta de ar e perda do paladar. Caso seja necessário, procure planear a sua ida aos serviços de saúde, contactando o seu médico assistente, ou a Linha SNS24 (808 24 24 24) – não se dirija de imediato ao hospital.
  • Não se esqueça também de arejar as divisões, de usar máscara nos espaços comuns, de desinfetar as mãos e as superfícies em que toca, e de colocar os seus resíduos num saco do lixo individual.


Avise os seus contactos de risco

  • Cumpridas estas recomendações, deverá avisar os seus contactos mais próximos ou com quem esteve nas últimas 48 horas, a partir do momento do diagnóstico.
  • Recorde-se que, caso seja um contacto de risco, deverá receber um telefonema com indicações. Se isso não acontecer, devido à sobrecarga dos serviços de saúde, procure fazer um teste PCR até cinco dias depois da data em que esteve com a pessoa infetada e evite deslocações desnecessárias.

Hoje, o Centro Europeu para Prevenção e Controlo de Doenças (ECDC) colocou Portugal na pior categoria de risco de Covid-19, vermelho-escuro, depois de os Açores terem aumentado as notificações e os casos positivos.

Na verdade, Portugal está na 'zona vermelha' da matriz de risco da Covid-19, que registou ontem um novo aumento no que toca a incidência e o R(t). A incidência é, atualmente, de 923,4 casos de infeção por SARS-CoV-2 por 100 mil habitantes, valor que desce para os 927,6 casos de infeção por 100 mil habitantes se contarmos apenas com o continente. Já o R(t), situa-se nos 1,29 a nível nacional e em 1,30 no continente.

Esta quinta-feira, Portugal soma mais 28.659 casos e 16 mortes associadas à Covid-19, segundo o boletim hoje divulgado pela Direção-Geral da Saúde (DGS). Este é o terceiro dia consecutivo em que o país regista novo máximo de infeções (17.172 na terça, 21.479 na quarta) e o segundo dia consecutivo com novo recorde no balanço de novos casos ativos (21.479 ontem e 22.404 hoje, os maiores números desde que este dado começou a ser divulgado, a 17 de agosto de 2020). No total, o país contabiliza 1.358.817 infeções e 18.937 mortes.

Leia Também: AO MINUTO: Mais de 28 mil casos e mais de mil internados em Portugal

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório