Meteorologia

  • 26 MAIO 2022
Tempo
17º
MIN 16º MÁX 32º

Um terço dos agregados tem duas pessoas e um quarto tem uma

Um terço dos agregados domésticos em Portugal tem duas pessoas, enquanto um quarto são pessoas que vivem sozinhas, divulgou hoje o Instituto Nacional de Estatística (INE), que regista uma diminuição geral da dimensão de agregados na última década.

Um terço dos agregados tem duas pessoas e um quarto tem uma

Os agregados com duas pessoas são a maior parte, representando 33,3% do total e os unipessoais são 24,8% do total, com um aumento de 18,6% em relação a 2011.

É na Área Metropolitana de Lisboa que os agregados domésticos com uma pessoa representam a fatia maior (28,2%), enquanto a menor se regista na Região Autónoma dos Açores, onde 20,3% são agregados unipessoais.

O INE regista que os agregados de maior dimensão "têm vindo a perder expressão", com os agregados de quatro pessoas a representaram 14,7% (menos 1,9 pontos percentuais que em 2011) e os agregados com cinco pessoas 5,6% (menos nove décimas percentuais).

"Estas alterações ao nível da dimensão das estruturas familiares são resultado das tendências verificadas ao nível dos padrões de fecundidade, nupcialidade e divorcialidade e que concorrem para agregados domésticos mais pequenos", refere o organismo.

Em 2021, existem 4.149.668 agregados domésticos privados (mais 2,6% do que em 2011) e 5.476 agregados institucionais (mais 13,3%).

O maior aumento dos agregados domésticos verificou-se na região do Algarve (6,3%), seguido da Região Autónoma dos Açores (4,4%), Área Metropolitana de Lisboa (04%), região Norte (3,8%), Região Autónoma da Madeira (2,2%) e região Centro (0,5%).

A região do Alentejo, com menos 3,7% de agregados domésticos privados, foi a única onde se verificou uma redução.

A dimensão média dos agregados domésticos privados é de 2,5 pessoas, menos 0,1 do que em 2011 e é nas regiões autónomas onde se verificam agregados maiores: 2,8 nos Açores e 2,6 na Madeira.

Em alguns municípios açorianos, como Ribeira Grande, Lagoa e Vila Franca do Campo, a dimensão média dos agregados supera as três pessoas.

Os números constam dos resultados provisórios do Censos2021, cuja segunda fase de divulgação começou hoje.

A fase de recolha do Censos2021 decorreu entre 05 de abril e 31 de maio e os dados referem-se à data do momento censitário, dia 19 de abril.

Leia Também: Metade da população concentra-se em apenas 31 municípios

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório