Meteorologia

  • 26 MAIO 2022
Tempo
29º
MIN 17º MÁX 32º

Aumento da escolarização na última década. 21,3% têm o secundário

O nível de escolarização em Portugal aumentou significativamente em Portugal e 21,3% da população tem hoje o ensino secundário, crescendo também o número de residentes com cursos superiores, segundo o Censos de 2021.

Aumento da escolarização na última década. 21,3% têm o secundário

De acordo com resultados provisórios divulgados hoje pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), em 2021 tinham o ensino secundário ou pós-secundário 21,3% dos residentes em Portugal, um aumento em relação aos 11,8% registados em 2011.

Além dessa percentagem que completou apenas o secundário, houve também ao nível do ensino superior um crescimento significativo e o Censos2021 aponta que a percentagem de população com cursos superiores passou dos 11,8% para os 17,4%.

No relatório em que apresenta os dados provisórios mais recentes, o INE destaca que, em geral, "o nível de escolaridade da população aumentou de forma significativa".

Paralelamente ao reforço da população com pelo menos o ensino secundário, que se fixa nos 38,7% considerando também aqueles que continuaram para o superior, diminuiu a percentagem de pessoas que não vão além do 3.º ciclo.

Em 2021, a percentagem de população sem nenhum nível de ensino completo é de 13,7% (menos 5,2 pontos percentuais em relação a 2011) e 21,4% tinham apenas o 1.º ciclo (era 25,5%).

Os 2.º e 3.º ciclos do ensino básico representam 10,7% e 15,5%, respetivamente.

Entre os 1.800.101 indivíduos com formação superior, a maioria são mulheres (60%) que também representam, por outro lado, a maioria dos residentes sem nível de ensino (54,5%) e com apenas o 1.º ciclo (54,4%).

Por município, os resultados apontam um contraste entre o litoral e o interior do país, registando-se níveis mais elevados de escolarização em algumas zonas das áreas metropolitanas de Lisboa e Porto e nas sedes de distrito.

Por exemplo, é em Lisboa onde a proporção de população com ensino superior é mais elevada (36,8%), seguindo-se Oeiras (33,1%), Porto (32,1%), Coimbra (28,2%) e Aveiro (25,1%).

Do lado oposto, os municípios com as percentagens mais baixas de população com ensino superior são Pampilhosa da Serra (4,8%), Cinfães (5,8%) e Freixo de Espada à Cinta (6,4%).

Esta é a segunda fase de divulgação de resultados provisórios do Censos2021, antecipando a data inicialmente prevista de 28 de fevereiro de 2022, depois da divulgação de resultados preliminares em 28 de julho.

Leia Também: Portugal descobriu que perdeu mais de 200 mil habitantes em dez anos

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório