Meteorologia

  • 25 JANEIRO 2022
Tempo
MIN 7º MÁX 15º

Edição

Governo alarga comparticipação dos testes rápidos de antigénio

A medida surge numa altura em que é recomendado o esforço de testagem a nível nacional.

Governo alarga comparticipação dos testes rápidos de antigénio

O Ministério da Saúde anunciou esta tarde que irá aumentar o valor da comparticipação dos testes rápidos de antigénio (TRAg) de uso profissional de 10 para 15 euros.

A medida surge numa altura em que é recomendado o esforço de testagem a nível nacional, tendo como objetivo aumentar os incentivos para que mais laboratórios de análise clínicas e farmácias adiram ao esforço de combate à pandemia, sem mais encargos financeiros para os utentes.

Ainda que a adesão ao regime seja, neste momento, voluntária, 216 dos 278 concelhos em Portugal Continental têm, pelo menos, um laboratório ou uma farmácia que realizam TRAg comparticipados, adianta o organismo.

Em comunicado, a 'Task Force' do Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA) sublinha que “existe cobertura em 77% dos concelhos, no âmbito da portaria de comparticipação de testes”, adiantando que a iniciativa estará em vigor até, pelo menos, 31 de dezembro.

O Ministério da Saúde, por sua vez, relembra que este é apenas um componente do combate à pandemia, sublinhando que "a Task Force de Testagem tem vindo a reforçar a rede de testagem no país, que já conta neste momento com 163 laboratórios e mais de 1.300 entidades que realizam TRAg de uso profissional".

Além disso, estão também a ser desenvolvidos mecanismos de reforço da testagem a nível nacional, particularmente através de iniciativas das câmaras municipais, da colaboração do setor social e da Cruz Vermelha, entre outras entidades.

"A Cruz Vermelha Portuguesa, em articulação com a Proteção Civil de Lisboa e o Sport Lisboa e Benfica, estão, no dia de hoje, a implementar postos de testagem dedicada no perímetro do Estádio, com a presença de 13 equipas de testagem ao longo do dia, até à hora de início do jogo", exemplifica o INSA.

Na mesma linha, o organismo realça que “a lista de farmácias e laboratórios aderentes é dinâmica e encontra-se em permanente atualização, mantendo-se o esforço no sentido de reforçar os pontos de testagem aderentes em todo o país”.

Recorde-se que o regime excecional e temporário tinha cessado em outubro, já que o país estava próximo dos 85% da população totalmente vacinada contra a Covid-19, sendo, contudo, reativado devido à atual situação epidemiológica. Hoje, Portugal soma 2.535 novos casos de infeção e 21 mortos, num momento em que a taxa de incidência volta a aumentar.

As Farmácias e Laboratórios de Patologia Clínica e Análises Clínicas que realizam TRAg de uso profissional abrangidos pelo regime excecional e temporário de comparticipação podem ser consultados aqui e aqui, ou no mapa interativo que as localiza via georreferenciação.

[Notícia atualizada às 20h08]

Leia Também: AO MINUTO: Não havia tantas mortes desde março; Portugal fora de lista

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório