Meteorologia

  • 26 JANEIRO 2022
Tempo
11º
MIN 7º MÁX 15º

Edição

Governo dos Açores vai apoiar redução da produção do leite

O Governo dos Açores vai abrir um período de candidaturas para os produtores da região que pretendam reduzir a produção de leite, apoiando as perdas de rendimento, anunciou hoje o seu presidente.

Governo dos Açores vai apoiar redução da produção do leite
Notícias ao Minuto

21:42 - 26/11/21 por Lusa

País Covid-19

José Manuel Bolieiro declarou que "para garantir a sustentabilidade [do setor agrícola] é preciso a diminuição da produção do leite", mas o Governo Regional "continuará a assumir o compromisso de pagar ajudas à perda de rendimento através do POSEI e Prorural, sem qualquer corte, ou seja, sem rateios".

O presidente do Governo Regional falava na inauguração do VII Concurso Micaelense Holstein Frísia de Outono, no Parque de Exposições de São Miguel, no Recinto da Feira, em Sant'Ana, na Ribeira Grande, tendo salvaguardado que "esta é uma medida de toda a justiça que permite criar liquidez nas explorações agrícolas".

Boleiro anunciou, por outro lado, que vai ser antecipado para finais de dezembro os 30% relativo ao suplemento aos produtores de leite, que era normalmente pago em abril, para combater a "escassez de liquidez", sendo que de 01 de dezembro a 15 de janeiro de 2022, vai avançar uma portaria que visa a reconversão das explorações de leite em carne.

O executivo açoriano vai intervir nos excedentes de leite UHT numa quota de um milhão de litros, através de apoios à produção, bem como avançar com o Laboratório de Inovação dos Produtos Lácteos em 2022.

Será agendada para janeiro uma reunião com a indústria de laticínios, Federação Agrícola dos Açores, Secretaria Regional da Cultura, Ciência e Transição Digital, a par da Secretaria Regional da Agricultura e Desenvolvimento Rural, para "identificar linhas de investigação e a criação de uma agenda de investigação e inovação para o leite e laticínios", entre outras medidas.

José Manuel Bolieiro anunciou também a redução dos custos da energia elétrica para as explorações agropecuárias e a "continuação do diálogo na fileira do leite", apontando que a crise no setor "só pode ser vencida se o país no seu todo e o Governo da República se empenhar".

O presidente da Associação Agrícola dos Açores, Jorge Rita, voltou a reivindicar o aumento do preço do leite à produção que, nos Açores, segundo disse, é inferior em 10 cêntimos por litro ao valor europeu e em cinco ao nacional, defendendo a necessidade da indústria criar produtos de valor acrescentado com base na matéria prima disponibilizada.

Leia Também: Produtores de leite estão no limite e pedem preços iguais aos da UE

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório