Meteorologia

  • 18 JANEIRO 2022
Tempo
MIN 5º MÁX 14º

Edição

Força Aérea. Quantos elementos tem a tripulação de uma missão de busca?

São cinco e cada um tem a sua função específica. Fique a par.

Força Aérea. Quantos elementos tem a tripulação de uma missão de busca?

A Força Aérea Portuguesa (FAP) recorreu às redes sociais para revelar aos portugueses uma (importante) curiosidade acerca das missões de Busca e Salvamento que executam. "Sabe quantos elementos compõem a tripulação tipo de uma missão de Busca e Salvamento da Esquadra 751?" Fique a par. 

A resposta certa é "cinco", indica o ramo das Forças Armadas numa publicação colocada no Facebook: Piloto-Comandante, Co-Piloto, Operador de Sistemas, Recuperador-Salvador e Enfermeiro Aeronáutico. 

Cada um tem a sua função específica, que a Força Aérea explica no mesmo post: 

  1. Piloto-Comandante – "Responsável pela pilotagem da aeronave e coordenação de todos os elementos da tripulação";
  2. Co-Piloto – "Coadjuva o Piloto-Comandante";
  3. Operador de Sistemas – "É responsável pelas funções relacionadas com a execução de atividades da linha da frente, reabastecimento de combustível, carga e descarga, entre outras. Nesta tipologia de missão desempenha ainda a função de operador de guincho e observador";
  4. Recuperador-Salvador – "Para além da sua função primária é ainda observador na fase de busca. Opera todo o equipamento relacionado com as funções de resgate";
  5. Enfermeiro Aeronáutico – "Presta todos os cuidados básicos de suporte de vida dos doentes náufragos ou acidentados que sejam embarcados".

Leia Também: Força Aérea resgatou cinco pessoas e transportou 16 doentes numa semana

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório