Meteorologia

  • 27 NOVEMBRO 2021
Tempo
11º
MIN 9º MÁX 15º

Edição

Bombeiros de Miranda do Douro com quartel "remodelado e ampliado"

Os bombeiros de Miranda do Douro passam a dispor a partir de hoje de um quartel "remodelado, ampliado e funcional" onde foram investidos cerca de 600 mil euros que vai permitir melhores condições de trabalho à corporação transmontana.

Bombeiros de Miranda do Douro com quartel "remodelado e ampliado"

"Tratou-se de um processo de ampliação e remodelação do quartel que teve início há mais de 20 anos e que agora vemos concretizado. Foi um projeto complicado com muitos avanços e recuos e que nos últimos cinco anos começou a ganhar forma e que hoje é uma realidade, há muito ambicionado por toda a população", explicou à Lusa o vice-presidente da Associação Humanitária dos Bombeiros de Miranda do Douro, José Augusto Raposo.

De acordo com o responsável, a localização do quartel dos bombeiros de Miranda do Douro junto a uma linha de água foi um dos "maiores problemas" que assolou a associação humanitária ao longo de várias décadas e "desta vez a problema ficou resolvido" já que uma das partes ficou assente em estacas de cimento "com mais de 20 metros de profundidade".

A intervenção no quartel dos bombeiros de Miranda do Douro, no distrito de Bragança, incluiu a construção de novas camaratas, balneários destinados aos homens e mulheres que ali prestam serviço, ampliação de garagens para viaturas, modernos e funcionais gabinetes e uma nova central de comunicações.

A estrutura inicial do quartel foi construída em 1982 e desde logo mostrou "fragilidades" por estar construída junto a uma linha de água que vai desaguar ao vizinho rio Fresno.

O projeto de remodelação do quartel contou com a comparticipação de fundos comunitários através do Portugal 2020, na ordem dos 85%, sendo que 15% do projeto foi assegurado por fundos da própria associação e do município, com apoio técnico da Associação de Municípios do Douro Superior.

Segundo o comandante da cooperação, Luís Martins, os trabalhos incluíram a construção de um novo parque de viaturas com capacidade para "todos os carros de fogo e ambulâncias de socorro e de transporte de doentes", além de dotar o equipamento de gabinetes e oficinas de mecânica.

"Não havia condições nenhumas de trabalho, tínhamos camaratas diminutas, não tínhamos balneários, o pessoal chega de um fogo ou de outra situação e tem que ir tomar banho a casa, o que não fazia qualquer sentido. Não havia espaço para parte feminina do corpo ativo, o que causa constrangimentos e de momento tudo foi finalmente ultrapassado", apontou o comandante.

Luís Martins disse que a intervenção no quartel, onde trabalham cerca de 70 pessoas, entre funcionários e voluntários, era uma obra "absolutamente necessária para dar condições ao corpo ativo e à direção".

Os responsáveis da associação humanitária garantiram durante os discursos de inauguração das obras de requalificação "que se trata de uma obra estruturante para o concelho e prometida pelos sucessivos Governos".

"Temos agora boas condições para quem aqui trabalha no seu dia-a-dia o possam fazer com conforto, espaço, privacidade. Outras das melhorias é que as viaturas não têm de ficar na rua para não se degradarem", indicou o comandante.

Os bombeiros de Miranda do Douro têm ao seu dispor cerca de três dezenas de veículos, entre ambulâncias, carros de combate a incêndios florestais e urbanos e embarcações destinadas a operações de socorro náuticas nos rios Douro e Fresno, ou outros pontos do distrito de Bragança.

Leia Também: Bombeiros confirmam inexistência de segunda vítima no incêndio em Paredes

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório