Meteorologia

  • 21 OUTUBRO 2021
Tempo
21º
MIN 16º MÁX 23º

Edição

Ensino Superior. Maioria entra pelo concurso nacional, mas há diferenças

A maioria dos alunos chega ao ensino superior através do concurso nacional de acesso, mas há diferenças entre as universidades e politécnicos e estes recebem vários estudantes também por outras vias, segundo dados oficiais divulgados hoje.

Ensino Superior. Maioria entra pelo concurso nacional, mas há diferenças

No mesmo dia em que se conhecem os resultados da primeira fase do concurso nacional de acesso, o Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (MCTES) divulgou também outros dados sobre a forma como os alunos chegam às universidades e politécnicos.

Os dados mais recentes referem-se ao ano letivo 2019/2020 e a maioria daqueles que entraram no superior fizeram-no através do regime geral de acesso (74%), tendo quase todos se candidatado ao concurso nacional.

No entanto, o ministério sublinha que "os dados mostram que a distribuição dos estudantes pelas diferentes vias de ingresso apresenta algumas diferenças entre o subsistema universitário e o subsistema politécnico".

Acima da média da generalidade das instituições públicas de ensino superior, as universidades receberam 78% dos seus novos estudantes através do regime geral de acesso.

Além desta, as vias mais comuns foram a mudança de curso e instituição (6%) e o regime para maiores de 23 anos (5%), sendo que a percentagem de entradas foi 0% em dois dos regimes possíveis (para titulares de cursos de especialização tecnológica e de curso técnico superior profissional).

"Os estudantes das instituições politécnicas tiveram origem num leque mais diversificado de vias de ingresso, em associação com a sua forte implantação regional e orientação profissionalizante, recebendo apenas 70% dos seus novos alunos pelo regime geral de acesso", refere a nota do MCTES.

Nos politécnicos, a mudança de curso e o regime especial para maiores de 23 anos também estão entre as vias alternativas mais frequentes, mas nessa lista junta-se o regime para titulares de curso técnico superior profissional (6%). Através da opção para pessoas com cursos de especialização tecnológica, entraram nesse ano 129 alunos (1%).

Por outro lado, a mesma nota faz também um balanço da situação dos finalistas do secundário do ano letivo anterior e os dados mostram uma grande discrepância entre os alunos dos cursos profissionais e dos cursos científico-humanísticos.

Se em 2019/2020 a grande maioria dos estudantes que terminaram o secundário em cursos científico-humanísticos estavam no ensino superior, apenas 19% dos alunos do profissional seguiram o mesmo caminho e muitos daqueles que o fizeram escolheram outros tipos de curso.

"A quase totalidade dos diplomados na modalidade científico-humanístico que ingressa no ensino superior frequenta licenciaturas e mestrados integrados ao passo que os estudantes provenientes do ensino profissional frequentam maioritariamente cursos técnicos superiores profissionais", refere a tutela.

Os cursos técnicos superiores profissionais, ou TESP, são cursos lecionados exclusivamente no ensino superior politécnico, habitualmente de dois anos e orientados para uma atividade profissional.

Segundo os dados da Direção-Geral do Ensino Superior, no ano letivo de 2019/2020 estavam inscritos mais de 17 mil alunos nestes cursos, e as estimativas das instituições apontam que este ano poderão entrar mais cerca de 8.500 novos estudantes.

Esta oferta tem vindo a crescer ao longo dos últimos anos e entre 2014 e 2020 o número de cursos TESP passou de 93 em 44 localidades e com vagas para 2.869 alunos para 869 cursos, em 129 localidades e com disponibilidade para 26.789 alunos.

"Para 2021/2022, já se encontram autorizadas 134 localidades distintas, prevendo-se, até ao momento, mais 5 novas localidades face ao ano transato", acrescenta a tutela.

Leia Também: Sobram 6.393 vagas para a segunda fase do concurso de acesso

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório