Meteorologia

  • 18 OUTUBRO 2021
Tempo
25º
MIN 16º MÁX 28º

Edição

Demolidas barracas junto a mercado de Portimão para realojar famílias

O processo de realojamento de 22 famílias em Portimão levou hoje à demolição de quatro barracas situadas junto ao mercado municipal da avenida São João de Deus, em Portimão, anunciou a autarquia.

Demolidas barracas junto a mercado de Portimão para realojar famílias
Notícias ao Minuto

19:29 - 23/09/21 por Lusa

País Algarve

Estas barracas foram as primeiras a ser demolidas, numa operação que marcou o "início" da "demolição e realojamento das 22 famílias de etnia cigana" residentes nessa zona de Portimão "há mais de três décadas", precisou o município do distrito de Faro num comunicado.

A Câmara de Portimão destacou que as famílias vão passar a "ocupar temporariamente casas modulares localizadas na zona do Vale da Arrancada" e, "nas próximas semanas, o processo de demolição irá continuar, de forma faseada".

A demolição e realojamento das famílias vai prosseguir "à medida que as casas modulares forem instaladas, com ligação de água e luz", dotando os agregados familiares de "condições adequadas" para realizar a mudança, acrescentou a mesma fonte.

Após a partida das famílias para a casa modular, "a barraca onde residem será demolida de imediato", frisou o município de Portimão.

A Câmara algarvia anunciou ainda que colocou "uma equipa técnica" a "acompanhar no terreno o processo de realojamento e integração das famílias na sua nova morada temporária".

Entre as tarefas atribuídas a estes profissionais está a prestação de "todo o apoio a nível da formação e acompanhamento na gestão da economia doméstica" e a criação de "uma relação de proximidade com estas famílias", contribuindo para serem "posteriormente inseridas na comunidade".

"A demolição em curso das barracas vem agilizar a obra do Parque Urbano Verde do Mercado, que decorre junto à Escola Secundária Manuel Teixeira Gomes, Mercado Municipal e Bombeiros Voluntários de Portimão, um dos centros nevrálgicos da cidade", realçou ainda aquela autarquia.

O município recordou que a construção do Parque Urbano Verde do Mercado "iniciou a primeira fase em abril" e prevê a "construção de um parque de estacionamento ordenado na zona sul, com capacidade para mais de 100 veículos automóveis".

"Na zona norte, onde se encontram as barracas que agora começaram a ser demolidas, vai ser criado um anfiteatro ao ar livre, com espaços verdes, sendo colocadas em exposição as cantarias manuelinas da antiga Quinta dos Morais, a par da recuperação de uma nora algarvia, intervenção que representa a segunda etapa do projeto", antecipou.

A Câmara de Portimão reconheceu ainda que esta segunda fase "sofreu algum atraso" e justificou esse adiamento com a necessidade de realizar um segundo concurso, depois de o primeiro "ter ficado deserto".

Leia Também: Circuito de Portimão já chegou a 'F1 2021'

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório