Meteorologia

  • 20 JUNHO 2021
Tempo
16º
MIN 15º MÁX 22º

Edição

Assembleia da República suporta custos de cerca de 50 telemóveis a mais

De acordo com a edição desta terça-feira do jornal i, a Assembleia da República assume despesas tidas como injustificadas. O pagamento de cerca de 50 telemóveis a mais do que seria suposto, sendo que cada um dos aparelhos representa, em média, um gasto estimado em 160 euros, é apenas um dos exemplos. O Parlamento chega a suportar os custos dos telefones de casa de alguns dirigentes.

Assembleia da República suporta custos de cerca de 50 telemóveis a mais

Apenas 37 elementos da Assembleia da República têm direito a usar telemóveis cujas despesas associadas são suportadas por aquele órgão do Estado. Mas são cerca de 80 os que gozam deste privilégio, denuncia a edição de hoje do jornal i. Isto, quando cada um dos dispositivos representa um custo mensal de, sensivelmente, 160 euros.

Mas os gastos tidos como injustificados não se esgotam aqui.

A Assembleia da República assume as contas de casa de alguns dos seus dirigentes, nomeadamente no que aos gastos com telefone fixo diz respeito, além da atribuição de subsídio de representação a membros do Parlamento que, à partida, não teriam direito a este tipo de benesse, ou ainda, elevadas despesas extra com segurança para fazer frente a manifestações.

Confrontado pelo i com estes gastos, o gabinete do secretário-geral do Parlamento, Albino Azevedo Soares, sustenta que as despesas em apreço constituem “práticas que vêm de trás”, assegurando, porém, que as mesmas serão “objeto de revisão”.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório