Meteorologia

  • 25 SETEMBRO 2021
Tempo
18º
MIN 16º MÁX 23º

Edição

Fogo de Vila Pouca de Aguiar com frente ativa a lavrar com intensidade

O incêndio de Soutelo de Matos, de Vila Pouca de Aguiar, tem uma frente ativa que lavra com alguma intensidade, segundo disse o comandante dos bombeiros local.

Fogo de Vila Pouca de Aguiar com frente ativa a lavrar com intensidade

Hugo Silva, comandante da corporação de Vila Pouca de Aguiar, disse à agência Lusa que, pelas 20h00, o fogo tinha uma frente ativa que estava a lavrar com intensidade e que os meios estavam a ser concentrados para combater as chamas que queimam uma zona de mato e pinhal na serra do Minhéu.

O responsável referiu ainda não haver, "neste momento, habitações em perigo".

Segundo disse à agência Lusa fonte da Proteção Civil municipal de Vila Pouca de Aguiar, durante a tarde foram retirada de cerca de 10 pessoas, idosos e uma criança, de quatro casas, na aldeia de Soutelo de Matos, mas apenas por uma questão de precaução, tendo já regressado às habitações.

Um bombeiro da corporação de Vila Pouca de Aguiar foi também assistido por inalação de fumo.

Com o início da noite os meios aéreos foram desativados e, no no terreno, segundo a página da Internet da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC), estavam 156 operacionais e 47 viaturas.

Durante a tarde o fogo chegou a ter duas frentes ativas e a mobilizar sete meios aéreos.

O fogo teve início pelas 23h25 de domingo, numa zona de mato da localidade de Soutelo de Matos, freguesia de Pensalvos e Parada de Monteiros, e pelas 01h00 entrou em fase de resolução, tendo-se verificado uma reativação às 15h30 de hoje.

Leia Também: Incêndios voltam a ameaçar biodiversidade do Pantanal brasileiro

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório