Meteorologia

  • 25 SETEMBRO 2022
Tempo
17º
MIN 16º MÁX 24º

Covid-19: Quatro casos positivos na Misericórdia de Proença-a-Nova

O surto de covid-19 detetado no início de agosto, na Santa Casa da Misericórdia de Proença-a-Nova, regista atualmente quatro casos positivos, todos eles de funcionários, não se verificando qualquer infeção entre os utentes.

Covid-19: Quatro casos positivos na Misericórdia de Proença-a-Nova

Em comunicado enviado hoje à agência Lusa, a Câmara de Proença-a-Nova, no distrito de Castelo Branco, refere que as atividades abertas ao público "voltarão a decorrer dentro dos parâmetros definidos pela Direção Geral de Saúde (DGS), de acordo com a deliberação da Comissão Municipal de Proteção Civil após reunião esta segunda-feira".

O município tinha decidido adiar todos os eventos abertos ao público nas últimas duas semanas, como medida de prevenção, no sentido de evitar o aumento de novos casos na comunidade, tendo em conta o surto registado na Santa Casa da Misericórdia de Ptoença-a-Nova.

"Neste momento, a situação pandémica no concelho encontra-se numa nova fase, com 13 casos positivos e 11 em vigilância, confirmando-se uma clara descida em relação aos últimos dias e ao retomar a uma esperada normalidade", lê-se na nota.

Segundo a autarquia, na Misericórdia de Proença-a-Nova "existem atualmente "quatro casos positivos, todos eles funcionários, não se registando qualquer infeção entre os utentes".

Apesar do cenário encorajador, o presidente da Câmara de Proença-a-Nova, João Lobo, deixa um alerta para a necessidade de se assumirem "comportamentos de segurança individual" na relação que se mantém em comunidade.

A covid-19 provocou pelo menos 4.439.888 mortes em todo o mundo, entre mais de 212,4 milhões de infeções pelo novo coronavírus registadas desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse.

Em Portugal, desde março de 2020, morreram 17.658 pessoas e foram contabilizados 1.022.807 casos de infeção confirmados, segundo dados da Direção-Geral da Saúde.

A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China, e atualmente com variantes identificadas em países como o Reino Unido, Índia, África do Sul, Brasil ou Peru.

Leia Também: AO MINUTO: Casos ativos descem; Vacinas mRNA menos eficazes contra Delta

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório