Meteorologia

  • 24 SETEMBRO 2021
Tempo
16º
MIN 15º MÁX 23º

Edição

Marcelo não precisará de fazer isolamento após viagem ao Brasil

Decreto-lei de 25 de junho estipula que todos os que cheguem ao país com certificado digital da União Europeia são dispensados de medidas adicionais de prevenção.

Marcelo não precisará de fazer isolamento após viagem ao Brasil

O Presidente da República está desobrigado de cumprir os 14 dias de isolamento profilático depois da viagem ao Brasil, um dos países que ainda faz parte da lista vermelha para entrada em Portugal.

De acordo com a SIC Notícias, que avançou com a informação, em causa está o Certificado Digital Covid-19 da União Europeia. No decreto-lei n.º 54-A/2021 está estipulado que "a apresentação de Certificado Digital COVID da UE de vacinação ou recuperação dispensa o cumprimento de quarentena ou isolamento por motivos de viagem".

Este decreto-lei tem validade sobre a resolução que saiu do último Conselho de Ministros, que restringe a circulação a quem chegar do Brasil, da África do Sul, da Índia ou do Nepal.

Assim sendo, qualquer pessoa com Certificado Digital Covid-19 da União Europeia ou vacinada há, pelo menos, duas semanas está isenta de cumprir período de isolamento profilático.

Recorde-se que Marcelo Rebelo de Sousa fez uma visita de trabalho de quatro dias ao Brasil a pretexto da inauguração, no sábado, do Museu da Língua Portuguesa, em São Paulo.

Leia Também: Promulgado diploma que reforça prevenção do branqueamento de capitais

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório