Meteorologia

  • 23 SETEMBRO 2021
Tempo
19º
MIN 16º MÁX 23º

Edição

IPO de Lisboa sem capacidade para dar resposta a transplantes de medula

IPO de Lisboa reconhece que os atrasos no tratamento têm aumentado devido à falta de camas.

IPO de Lisboa sem capacidade para dar resposta a transplantes de medula

O IPO de Lisboa está sem capacidade para fazer face ao número de transplantes de medula necessários, adianta esta terça-feira a RTP. 

Devido à evolução da medicina e do aumento de bancos de doação de medula, o número de doentes que necessita deste procedimento tem vindo a aumentar no país. 

Ainda que o número de transplantes de medula tenha aumentado 30% este ano em comparação com o ano passado no IPO, ainda há vários doentes em lista de espera. 

O IPO de Lisboa reconhece que estes atrasos têm aumentado devido à falta de quartos para internamento e, apesar de a unidade ter ganhado cinco novas camas em 2019, os pacientes continuam a ser tratados em fases da doença cada vez mais avançadas. 

No total, neste momento, há 12 camas para na Unidade de Transplantes do IPO de Lisboa, tanto para crianças como para adultos. 

"O IPO de Lisboa faz suas as preocupações de doentes e familiares perante uma indicação para transplante que não possa ser rapidamente concretizada. (...) Por isso está firmemente empenhado, em conjunto com os outros centros nacionais de transplantação, em corresponder ao aumento do número de doentes, com um incremento de capacidade que evite tempos de espera", esclareceu a unidade de saúde ao canal da estação pública. 

Leia Também: Ordem dos Médicos destaca posição cimeira de Portugal na transplantação

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório