Meteorologia

  • 21 SETEMBRO 2021
Tempo
25º
MIN 18º MÁX 28º

Edição

Açores com 52% da população com vacinação completa

Arquipélago tem 60% da população com pelo menos uma dose da vacina contra a Covid-19 e 52% com vacinação completa, revelou hoje o diretor regional da Saúde, que admitiu ter ocorrido um abrandamento na vacinação. 

Açores com 52% da população com vacinação completa
Notícias ao Minuto

19:54 - 23/07/21 por Lusa

País Açores

"Nos Açores, esta última semana, os números de vacinas administradas foram um pouco inferiores às semanas anteriores, exatamente porque há um momento em que temos mais 'stock' e se vacina mais, mas depois ficamos com menos 'stock' e há um abrandamento", disse Berto Cabral, numa conferência de imprensa, em Angra do Heroísmo, na ilha Terceira.

Segundo Berto Cabral, foram administradas até hoje "cerca 265.000 doses de vacinas contra a covid-19 nos Açores, correspondendo, com a primeira dose, a 60% dos açorianos e, com a vacinação completa, a 52%".

O executivo açoriano não atualizava o número de vacinas administradas na região desde 08 de julho, altura em que tinham sido inoculadas 250.705 doses, o que significa nas últimas duas semanas foram administradas cerca de 14.300 vacinas.

"Ao longo deste mês, a região recebeu menos doses. No entanto, voltámos a receber já esta semana mais 15.000 doses da Janssen e cerca de 17.000 doses da Pfizer, que vão permitir durante este mês continuar o processo de vacinação", adiantou o diretor regional da Saúde.

Berto Cabral acrescentou que, no dia 02 de agosto, "há previsão de a região receber mais de 50.000 doses da Pfizer".

A 08 de julho, quando já era conhecida uma redução do número de vacinas previstas para os Açores, o secretário regional da Saúde, Clélio Meneses, garantiu que não havia "qualquer desaceleração do processo de vacinação nos Açores".

O governante apontou como meta para atingir os 70% de população com vacinação completa "final de julho, meados de agosto", alegando que "a haver algum atraso", seria "de uma semana, duas, no máximo".

Questionado hoje sobre se o executivo mantinha a mesma meta, Berto Cabral disse que sim, mas admitiu um abrandamento no ritmo de vacinação.

"Há o objetivo de atingir esse número ainda nessa data. Não podemos ignorar o facto de as duas entregas que foram feitas durante o mês de julho terem sido mais baixas do que no mês de junho. Isso obviamente altera o ritmo", apontou.

Os Açores têm atualmente cinco ilhas com mais de 70% da população totalmente vacinada contra a covid-19 (Corvo, Santa Maria, São Jorge, Graciosa e Pico).

A ilha das Flores, onde também ocorreu uma vacinação em massa, está perto de atingir essa meta e na ilha do Faial "há 70% da população com a primeira dose e 52% com a vacinação completa".

Nas duas ilhas mais populosas, os números estão ligeiramente abaixo das restantes: a Terceira tem "51% da população com uma dose e 46% com vacinação completa", enquanto São Miguel regista "52% com a primeira dose e 50% com a vacinação completa".

"Esta proximidade, no caso da ilha de São Miguel, entre as pessoas com a primeira dose e com a vacinação completa deve-se ao facto de ter sido a ilha onde foram administradas mais doses da Janssen até ao momento, uma vez que as vacinas da Janssen são de toma única", justificou Berto Cabral.

O diretor regional da Saúde adiantou que "já estão a ser chamados para a vacinação" estudantes deslocados.

O responsável indicou que "não vão ser chamados todos ao mesmo tempo" e que há um "período de cerca de cinco semanas" para garantir que "todos possam estar vacinados aquando do seu regresso aos locais onde se encontram a estudar".

Berto Cabral apelou às camadas mais jovens para que se vacinem, não só para se protegerem a si, "mas aos seus e à sua comunidade".

Os Açores têm atualmente 17 utentes hospitalizadas com covid-19, dos quais 12 em São Miguel, quatro na Terceira e um no Faial.

"Se olharmos mais para trás, para o início do ano, com números semelhantes de casos ativos, os números de internamentos eram muito superiores", sublinhou o diretor regional da Saúde.

Berto Cabral disse ainda que o utente que morreu esta semana com covid-19, com 71 anos, "por sua opção não estava vacinado" e que nenhum dos quatro utentes internados no Hospital da Ilha Terceira está vacinado.

Os Açores têm atualmente 495 casos ativos de infeção pelo novo coronavírus, que provoca a doença covid-19, dos quais 308 em São Miguel, 151 na Terceira, 13 no Pico, nove em São Jorge, sete nas Flores, seis no Faial, e dois na Graciosa.

Desde o início da pandemia, foram diagnosticados na região 7.233 casos de infeção por SARS-CoV-2, tendo ocorrido 6.556 recuperações e 35 mortes. Saíram do arquipélago sem terem sido dadas como curadas 85 pessoas e 62 apresentaram comprovativo de cura anterior.

Leia Também: Medidas para pandemia nos Açores decididas com "bom senso"

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório