Meteorologia

  • 25 JULHO 2021
Tempo
24º
MIN 18º MÁX 27º

Edição

"É preciso ter em conta os riscos psicossociais no futuro do trabalho”

Bastonário da Ordem dos Psicólogos Portugueses defendeu que deve ser adotada uma postura de prevenção.

"É preciso ter em conta os riscos psicossociais no futuro do trabalho”

O bastonário da Ordem dos Psicólogos Portugueses, Francisco Miranda Rodrigues, alertou esta terça-feira para a necessidade de serem tidos em conta os riscos psicossociais "quando se olha para o trabalho no futuro".

"É importante olhar para o futuro do trabalho e para este trabalho sobre o futuro do trabalho acentuando algumas coisas que aqui vêm, mas também dando nota de algumas que talvez não sejam tão explicitas e possam ser ainda trabalhadas", afirmou o responsável na apresentação do 'Livro Verde Sobre o Futuro do Trabalho', que decorreu esta tarde em formato webinar, na Fundação EDP-Central Tejo.

Na sua intervenção, o bastonário destacou assim duas perspetivas que devem ser tidas em conta, no que diz respeito ao futuro laboral: "O desenvolvimento de competências facilitadoras (como a importância do trabalho em equipa, da expressão emocional e da comunicação interpessoal) e a intervenção na promoção direta da saúde mental nos locais de trabalho e as questões associadas à prevenção dos riscos psicossociais de uma forma mais geral". 

"É, de uma vez por todas, necessário que a gestão incorpore estas dimensões e passe a avaliar os riscos psicossociais de forma regular, que passe a intervir com planos de prevenção de forma a acautelar os impactos destas realidades e que haja uma legislação que possa acompanhar naquilo que seja estritamente essencial", sublinhou ainda Francisco Miranda Rodrigues.

Leia Também: Ordem dos Psicólogos partilha relatos e técnicas das crianças na pandemia

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório