Meteorologia

  • 21 SETEMBRO 2021
Tempo
20º
MIN 18º MÁX 28º

Edição

Campanha sensibiliza contra o abandono de animais em Vila Real

Uma campanha de sensibilização apela, em Vila Real, para a esterilização dos animais, a adoção responsável e contra o abandono, um "problema diário" mas que "se agrava" nas férias, numa iniciativa do município e da Plataforma Proanimal.

Campanha sensibiliza contra o abandono de animais em Vila Real
Notícias ao Minuto

10:13 - 15/06/21 por Lusa

País Animais

A campanha passa pela colocação de 10 'outdoors' e 30 pequenas placas informativas pela cidade de Vila Real, que têm como protagonistas os animais, cães e gatos, e alertam para cinco mensagens essenciais.

"Vai apelar-se ao não abandono e ao adequado tratamento dos animais de companhia, à sua adoção para a redução do número de animais errantes, à esterificação para evitar a sua multiplicação descontrolada e ainda aos cuidados a ter na utilização dos espaços público por parte dos detentores dos nossos animais", afirmou hoje o presidente da Câmara de Vila Real, Rui Santos.

Trata-se, segundo o autarca, de "uma campanha de informação, sensibilização, em que se procura apelar e informar os cidadãos para os cuidados, para os comportamentos a ter com os animais de companhia visando o seu bem-estar".

A campanha representa um investimento de cerca de 10 mil euros.

"O abandono de animais ainda é um grande problema, é verdade que se agrava com o período de férias, mas é um problema que vivemos diariamente. É um problema de todo o ano e de todos os dias", afirmou Rui Santos.

A Associação de Proteção Animal de Vila Real - Plataforma Proanimal - é uma organização sem fins lucrativos que é sustentada no trabalho de voluntários.

"Este é um trabalho profilático, é um trabalho de todos os dias. Todos os dias temos pedidos de ajuda, temos abandono e 90% dos animais que encontramos na rua são animais que ou têm dono ou já tiveram dono. E todos os dias temos ninhadas e todos os dias temos gatas e cadelas a parir", afirmou Helena Gomes, da Proanimal.

Esta voluntária considerou que o abandono também aumentou neste ano de pandemia de covid-19.

"Desde janeiro até agora já recolhemos cerca de 60 cães bebés, ainda temos 15 para adoção, e gatos já lhes perdemos a conta. Estamos com todas em nossas casas cheias de bebés", contou.

Por isso mesmo, Helena Gomes destacou a importância da campanha para sensibilizar as pessoas.

"Esterilizem, esterilizem, esterilizem", apelou ainda.

Rui Santos referiu que esta iniciativa se insere numa estratégia do município, que tem sido desenvolvida em parceria com os diferentes agentes, como é o exemplo da Plataforma Animal, e que visa contribuir para a "minimização do ainda grave problema relacionado com o bem-estar dos animais de companhia".

O município disponibilizou à Plataforma Proanimal instalações para o desenvolvimento das suas atividades, tendo também assegurado um apoio financeiro anual de cinco mil euros, com vista a suportar alguns dos encargos decorrentes das atividades desenvolvidas por esta organização.

A autarquia, em parceria com a Junta de Freguesia de Lordelo, criou ainda um parque canino, tem submetido candidaturas anuais aos apoios da Direção Geral de Alimentação e Veterinária (DGAV) para a esterilização dos animais de companhia e apoia o Centro de Recolha Oficial de Animais (CRO) da Associação de Municípios do Vale do Douro Norte (AMVDN) na gestão (captura, tratamento, esterilização e adoção) dos animais errantes presentes no espaço público do concelho.

Leia Também: Cria de falcão resgatada após cair do ninho na Praia dos Caneiros

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório