Meteorologia

  • 28 NOVEMBRO 2021
Tempo
14º
MIN 7º MÁX 14º

Edição

Português detido em Espanha. Matou concorrente em "acerto de contas"

O jovem português, vendedor ambulante, é acusado de matar o concorrente, um homem de 34 anos.

Português detido em Espanha. Matou concorrente em "acerto de contas"

Um português de 26 anos foi detido pelas autoridades espanholas por ser suspeito do crime de homicídio. O jovem, vendedor ambulante de roupa, é acusado de matar um concorrente. 

Sobre o caso, revela o El País que a vítima, um homem de 34 anos, no dia 19 de abril, entrou no seu camião, em Torremolinos, Málaga, com destino a Marbella, onde tencionava montar a tenda de venda de roupa no mercado local. 

Porém, pelas 05h43 locais (04h43 em Lisboa), no momento em que saía do parque do estacionamento, foi surpreendido pelo jovem português que, através da janela, o alvejou com vários tiros.

O óbito da vítima foi declarado no local, enquanto o homicida se pôs em fuga no seu carro. A fuga, refira-se, durou pouco mais de um mês, sendo que o suspeito foi detido no dia 24 de maio pela Polícia Nacional. 

Na sequência de uma investigação levada a cabo pela Unidade de Drogas e Crime Organizado (UDYCO), os agentes da força de segurança analisaram as imagens das câmaras de videovigilância do centro de Torremolinos, onde aconteceu o crime, e conseguiram perceber as características do carro em que o suspeito fugiu. 

De acordo com o jornal espanhol, na base do crime esteve "um acerto de contas". Vítima e agressor, ambos vendedores ambulantes de roupa, vendiam produtos semelhantes e entraram numa espécie de 'guerra comercial', sendo que o homem de 36 anos costumava ter preços ligeiramente mais baixos. 

A tensão entre ambos foi escalando até que, no dia 19 de abril, lhes foram atribuídos locais de venda lado a lado. O jovem português não gostou da ideia e, durante a madrugada, disparou contra o concorrente. 

Foram os vizinhos que encontraram o corpo da vítima dentro do camião e até os cartuchos das balas, acionando a Polícia Nacional. 

O português que agora foi detido tem antecedentes criminais, mas, de acordo com a autoridade espanhola, dizem respeito a ilícitos "menores, coisas de mercado". 

Leia Também: PJ de Lisboa detém homem que tentou violar mulher na rua pela segunda vez

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório