Meteorologia

  • 02 DEZEMBRO 2022
Tempo
13º
MIN 7º MÁX 14º

Ensino secundário deve ter identidade própria, diz João Dias da Silva

As escolas não podem continuar "capturadas" por uma cultura de preparação para os exames nacionais, defendeu hoje o secretário-geral da Federação Nacional da Educação (FNE), João Dias da Silva, para quem o ensino secundário deve ter "identidade própria".

Ensino secundário deve ter identidade própria, diz João Dias da Silva
Notícias ao Minuto

13:33 - 22/05/21 por Lusa

País FNE

João Dias da Silva falava à agência Lusa a propósito da "IX Convenção Nacional FNE, CONFAP e ANDAEP: Pensar, avaliar e agir com inovação", na qual se discute o tema, um dia após a divulgação dos habituais rankings das escolas, elaborados a partir de resultados obtidos em provas e exames nacionais.

"Não queremos que haja uma cultura construída apenas para a realização de exames", afirmou o responsável pela FNE, sublinhando que o ensino secundário perde identidade ao ser transformado "num corredor" de acesso ao ensino superior.

Professores, pais e diretores escolares debruçam-se hoje sobre a necessidade de adaptar currículos, tendo também em conta os novos desafios que a sociedade enfrenta, nomeadamente na ação climática, outro dos grandes temas em debate.

"Teríamos sempre de adaptar currículos, com ou sem covid, porque a sociedade está em transformação", referiu Dias da Silva: "É preciso preparar os jovens para os novos desafios".

No mesmo sentido, discute-se a adaptação aos meios digitais. De acordo com Dias da Silva, a escola "nunca poderá ser digital", mas as novas ferramentas também não podem ser ignoradas. "Devem articular-se os livros com o digital", preconizou.

O secretário-geral da FNE considerou que é preciso "pensar o que está a acontecer na escola" e eliminar o supérfluo, nomeadamente questões burocráticas, uma exigência recorrente na agenda dos professores.

Sob o lema "Pensar, avaliar e agir com inovação - Uma escola com menos papéis e com um papel cada vez mais importante", a IX Convenção Nacional da FNE (Federação Nacional da Educação), CONFAP (Confederação Nacional das Associações de Pais) e ANDAEP (Associação Nacional de Diretores de Agrupamentos e Escolas Públicas tem entre os participantes, o secretário de Estado Adjunto e da Educação, João Costa, e o presidente da associação Zero, Francisco Ferreira.

Durante a tarde, estará em discussão um painel dedicado ao tema "Que currículo para um mundo em mudança? - A educação ambiental".

Leia Também: Promulgado decreto que permite realizar de exames de melhoria de nota

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório