Meteorologia

  • 01 DEZEMBRO 2021
Tempo
10º
MIN 6º MÁX 18º

Edição

Trabalho de professores, alunos e pais dita sucesso em Vieira de Leiria

A Secundária com 3.º ciclo José Loureiro Botas, em Vieira de Leiria, é a única no continente com 100% de aprovação no 9.º e 12.º anos, resultado do trabalho de proximidade de professores, alunos empenhados e envolvimento dos pais.

Trabalho de professores, alunos e pais dita sucesso em Vieira de Leiria
Notícias ao Minuto

09:15 - 21/05/21 por Lusa

País Escola

Numa análise ao quadro disponibilizado pelo Ministério da Educação, relativo ao ano letivo de 2018/2019, de todas as escolas do continente, a escola de Vieira de Leiria, no concelho da Marinha Grande (Leiria), é a única com uma taxa de aprovação de 100% no 9.º e 12.º anos.

À agência Lusa, a diretora do Agrupamento de Escolas de Vieira de Leiria, Lígia Pedrosa, começou por explicar que se trata de um agrupamento pequeno, com poucas turmas.

"Naquele ano, tínhamos três turmas do 9.º e uma de 12.º ano, que não excediam os 20 alunos. Aliás, eram turmas que incluíam alunos abrangidos pela educação inclusiva", afirmou Lígia Pedrosa, considerando que esse facto permitiu aos professores "fazerem um trabalho de maior proximidade e trabalhar de forma colaborativa".

Os professores "tentavam sempre diversificar estratégias e ir ao encontro do aluno", declarou, sustentando que este trabalho "também foi um fator de sucesso para estes alunos, pelo menos para eles conseguirem chegar ao fim".

Por outro lado, realçou que os estudantes eram "muito empenhados, tinham gosto pelo saber, eram alunos cumpridores de tarefas, muitos deles com metas pessoais muito bem definidas", o que se revelou "muito importante para o sucesso deles".

A diretora do agrupamento destacou, ainda, o papel dos pais nesse ano, "muito envolvidos, muito próximos da escola, que colaboravam muito com a escola e a valorizavam, o que nem sempre acontece".

A diretora adiantou que "os pais consideravam os professores parceiros na educação dos filhos" e acompanhavam o percurso académico, notando que esta "estreita colaboração entre a família e a escola" contribuiu "para o sucesso dos alunos e naquele ano foi, realmente, importante".

Lígia Pedrosa referiu, igualmente, que "a escola tentou chegar a todos os alunos, ainda que de uma forma diferenciada quando necessária", além de que "sempre se empenhou em motivá-los e mantê-los motivados".

Segundo a diretora, a escola tem "vindo sempre a utilizar horas de crédito para apoios [aos alunos], principalmente nestes anos".

"No 9.º ano trabalhamos mais em termos de apoios e coadjuvâncias dentro da própria sala de aula, principalmente nas disciplinas nucleares, Português e Matemática, para que eles vão mais preparados", assinalou, esclarecendo que no secundário, "embora seja de forma voluntária que os alunos podem frequentar apoios", a escola também os proporciona.

Questionada se a escola tem algum projeto específico, Lígia Pedrosa apontou o "Sucesso+", que passa por trabalhar, no 7.º e 8.º anos, "em grupos homogéneos".

"Temos uma turma e depois um grupo com alunos dessa turma e de uma outra turma que tenham mais dificuldades em determinada matéria. Estão ali no grupo a tentar superar aquela dificuldade e depois voltam à turma", exemplificou, frisando que se pretende, sempre, que "o aluno acompanhe a turma, dando este apoio de uma forma diferente", designado de grupos homogéneos, esclareceu.

"E este trabalho, que acontece no 7.º e 8.º anos, acaba por ir dando frutos e no 9.º ano já é mais aquele trabalho só de apoio dentro da sala de aula", referiu.

O Agrupamento de Escolas de Vieira de Leiria conta atualmente com 668 alunos, 77 professores e 48 trabalhadores não docentes. Inclui quatro escolas, uma das quais integrada (com jardim-de-infância), e um jardim-de-infância.

Fazendo-se porta-voz dos alunos, Lígia Pedrosa disse que a Secundária de Vieira de Leiria, a completar quase 40 anos, nunca foi alvo de obras profundas, tendo sido atingida pelos incêndios de outubro de 2017 e pelo furacão Leslie em outubro de 2018, pelo que são necessárias "melhorias nas instalações", especificando com o campo desportivo e o aquecimento, além da necessidade de uma rede de Internet estável.

Leia Também: Escola de Felgueiras atribui liderança na equidade a 20 anos de trabalho

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório