Meteorologia

  • 23 OUTUBRO 2021
Tempo
24º
MIN 13º MÁX 25º

Edição

"O facto de termos o R acima de 1 deve significar um sinal de alerta"

Após a reunião do Conselho de Ministros, a ministra Mariana Vieira da Silva revelou e explicou a nova configuração dos concelhos no plano de desconfinamento. 

"O facto de termos o R acima de 1 deve significar um sinal de alerta"

Terminada a reunião do Conselho de Ministros, a ministra da Presidência, Mariana Vieira da Silva, começou por sustentar que "quando praticamente todos os concelhos do país estão no [último] nível de desconfinamento significa que a situação é positiva, é controlada, mas o facto de termos o Rt acima de 1 deve significar um sinal de alerta", reconheceu.

Estamos num nível de "crescimento" da pandemia e, por isso, "precisamos de olhar com atenção para esta evolução e para a forma como este aumento se coloca no território", reforçou a ministra.

Quantos aos concelhos, e face à semana anterior, "temos dois concelhos que recuam no nível de desconfinamento, dois concelhos que estavam em fases anteriores de desconfinamento e que não avançam e um concelho que, tendo recuperado, avança", que é o de Resende

Odemira e Montalegre recuam, e Arganil e Lamego não avançam e vão continuar na 3.ª fase do plano. Contas feitas, "a grande maioria dos concelhos [está] no nível de desconfinamento máximo". Ou seja, são 274 concelhos em 278, disse. 

Em alerta passam a estar dez concelhos - sendo que, face à semana passada, saem cinco e entram outros tantos. Eis a lista completa: Albufeira, Castelo de Paiva, Fafe, Golegã, Lagoa, Oliveira do Hospital, Santa Comba Dão, Tavira, Vila do Bispo, e Vila Nova de Paiva.

"Fomos sempre dizendo que a vantagem desta matriz de risco era que todos os portugueses pudessem acompanhar a evolução do país", disse Mariana Vieira da Silva, acrescentando:  "Estando com o R acima de 1 é o momento de olharmos para o aumento do risco de transmissão e tomarmos as medidas que precisamos de tomar de cautela e de reforço de testagem nos locais com valores mais elevados"

Em resumo: 

  • As regras do nível 2, de 19 de abril, aplicam-se aos municípios de Arganil, Lamego, Montalegre e Odemira;
  • A todos os restantes municípios aplicam-se as regras do nível de 1 de maio, nomeadamente ao município de Resende, que avança no desconfinamento.

Os concelhos que avançam e os que seguem 'recuados'

Governo aprova "plano para estimular" turismo

O Governo aprovou também, esta quinta-feira, em sede de Conselho de Ministros, um "plano para estimular a atividade turística", anunciou a ministra da Presidência na mesma conferência de imprensa.

O plano, denominado por Reativar o Turismo | Construir o Futuro, será apresentado pelo ministro de Estado e da Economia, Pedro Siza Vieira, na sexta-feira, às 9h30, em Lisboa. 

Novas medidas no desconfinamento? Não há previsão

"Nós, enquanto tivermos que conviver com medidas restritivas teremos sempre que, no quadro da lei de proteção civil e da lei de saúde pública ter medidas especiais. Não consigo neste momento dar datas para as decisões, há questões de agenda que ainda precisam de ser vistas", disse Mariana Vieira da Silva, no final da reunião do Conselho de Ministros.

"Não consigo dar datas agora, mas essa é a afirmação que quero deixar, não tomaremos nenhumas decisões de mudança sem que a reunião se possa verificar"

De acordo com a ministra, o Governo não vai tomar "nenhuma decisão relativamente a uma nova fase de desconfinamento, em função daquilo que foi pedido aos peritos, sem que haja uma reunião do Infarmed", ressalvando porém não lhe ser possível "em que dia é que poderá ser realizada" essa reunião, uma vez que "não é fácil de marcar".

Reveja o briefing do Conselho de Ministros: 

[Notícia atualizada às 15h29]

Leia Também: Desconfinamento. Aceite providência cautelar interposta por S. Teotónio

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório