Meteorologia

  • 12 JUNHO 2021
Tempo
21º
MIN 16º MÁX 31º

Edição

Marcelo em Bissau com programa intenso, que inclui homenagem

Marcelo Rebelo de Sousa realiza entre segunda e terça-feira uma visita oficial à Guiné-Bissau, a primeira enquanto chefe de Estado português, com um programa intenso, que inclui uma homenagem aos antigos combatentes portugueses sepultados em Bissau.

Marcelo em Bissau com programa intenso, que inclui homenagem
Notícias ao Minuto

21:55 - 15/05/21 por Lusa

País PR/Guiné-Bissau

Segundo o programa a que a Lusa teve acesso, o Presidente da República chega na segunda-feira ao final da tarde a Bissau, tendo previsto um encontro com representantes da comunidade portuguesa numa unidade hoteleira da capital guineense.

Estimativas oficiais indicam que vivem na Guiné-Bissau cerca de 2.500 portugueses, mas muitos não estão permanentemente no país.

Os mesmos dados indicam que os portugueses residem maioritariamente na região de Bissau e Biombo (cerca de 73%), mas também na região Norte (Cacheu e Oio) e Leste (Bafatá e Gabu), e trabalham, sobretudo, nas áreas do comércio e retalho, construção civil, logística e distribuição e cooperação e desenvolvimento.

O programa da visita concentra-se na terça-feira com uma série de encontros institucionais a começar pelo seu homólogo, Umaro Sissoco Embaló, no Palácio da Presidência, em Bissau. O encontro é seguido de declarações à imprensa, e de um almoço.

Antes, Marcelo Rebelo de Sousa vai deslocar-se à Fortaleza Amura onde depositará coroas de flores nos túmulos de Amílcar Cabral e João Bernardo "Nino" Vieira, em homenagem aos heróis da luta da independência.

Após o encontro com o chefe de Estado guineense, o Presidente português presta homenagem aos antigos combatentes portugueses da guerra colonial sepultados no cemitério de Bissau.

Marcelo Rebelo de Sousa reúne-se também na terça-feira com o presidente do parlamento, Cipriano Cassamá, e com os líderes das bancadas parlamentares, nomeadamente do Partido Africano para a Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC), Movimento para a Alternância Democrática (Madem-G15), Partido da Renovação Social (PRS) e Assembleia do Povo Unido - Partido Democrático da Guiné-Bissau (APU-PDGB).

A visita termina com um encontro com o primeiro-ministro guineense, Nuno Gomes Nabiam, no Palácio do Governo, em Bissau.

Leia Também: Ajuda financeira à Guiné-Bissau "depende das necessidades e das reformas"

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório