Meteorologia

  • 17 JUNHO 2021
Tempo
19º
MIN 15º MÁX 21º

Edição

Sem multidões de outrora, Santuário atinge limite e deixa fiéis 'à porta'

Longe de multidões de outrora, o Santuário de Fátima recebe a peregrinação internacional de maio, adaptada ao cenário de pandemia. Antes da hora indicativa para os momentos mais marcantes, como a recitação do terço, a lotação máxima do espaço já tinha sido atingida, tanto na quarta-feira como na manhã desta quinta-feira.

Na quarta-feira, o relógio marcava 20h25 quando o Santuário de Fátima atingiu a lotação máxima de 7.500 pessoas. O limite, estabelecido devido à pandemia de Covid-19, deixou muitos fiéis desiludidos por não conseguirem entrar no local de oração. Já nas celebrações desta quinta-feira, 13 de maio, o limite foi atingido pelas 08h50. 

As multidões de outrora deram lugar, este ano, a cerimónias organizadas em que os devotos ficam limitados a círculos marcados no chão. Considerando a limitação do espaço, muitos dos peregrinos têm de acompanhar as celebrações da peregrinação aniversária de Fátima no exterior do recinto do Santuário.

Na quarta-feira, a lotação máxima de 7.500 pessoas foi atingida às 20h25, cerca de uma hora antes do início da peregrinação, que se iniciou às 21h30 com a recitação do terço, seguida da procissão das velas e celebração da palavra.

Na manhã desta quinta-feira, a lotação foi alcançada poucos minutos antes do início das celebrações, que começaram às 09h00 com a recitação do terço. Segue-se a missa, que inclui uma palavra dirigida aos doentes, e a procissão do adeus.

A GNR, citada pela agência Lusa, dá conta que os peregrinos estão a juntar-se na zona envolvente ao Santuário, o que já tinha acontecido na quarta-feira à noite, cumprindo "o distanciamento e uso de máscaras", afirmou o major Davide Ferreira.

"Tudo está tranquilo", garantiu, pedindo às pessoas, face à lotação máxima de peregrinos já ter sido atingida no recinto, que se desloquem a Fátima após as celebrações.

A peregrinação internacional de maio ao Santuário de Fátima, 104 anos após os acontecimentos na Cova da Iria, é presidida pelo cardeal José Tolentino Mendonça, bibliotecário e arquivista do Vaticano.

O ano passado, devido à pandemia, esta peregrinação realizou-se sem fiéis, o que aconteceu pela primeira vez na história do templo mariano. Na peregrinação de outubro não tinha sido atingido o limite de 6.000 pessoas que foi estipulado.

Veja, na galeria acima, as imagens da peregrinação de ontem à noite, em que o Santuário se iluminou na procissão das velas. 

Leia Também: Atingido limite de peregrinos no Santuário de Fátima

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório