Meteorologia

  • 24 JUNHO 2021
Tempo
24º
MIN 15º MÁX 32º

Edição

Rui Moreira enaltece papel das cidades para "uma UE mais inclusiva"

O presidente da Câmara do Porto enalteceu a importância das cidades para "moldar uma Europa mais forte e inclusiva" na recuperação da crise social imposta pela pandemia de covid-19, e agradeceu o contributo solidário da União Europeia (UE).

Rui Moreira enaltece papel das cidades para "uma UE mais inclusiva"

Rui Moreira partilhou hoje esta mensagem na simbólica cerimónia de entrega das chaves da cidade e aos dirigentes das instâncias da União Europeia que vão participar na Cimeira Social, que arranca esta tarde no Porto.

"A presente crise sanitária impõe-nos uma resposta coletiva aos desafios que a Europa está a encarar. Podemos testemunhar o empenhamento das cidades, em moldar uma Europa social mais forte para uma justa e inclusiva recuperação. Acreditamos que as cidades têm ainda um papel importante a desempenhar", disse o autarca independente, durante o discurso.

Ao entregar as chaves da cidade à presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, ao presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, e ao presidente do Parlamento Europeu, David Maria Sassoli, Rui Moreira considerou que os dirigentes passam a ser também "cidadãos do Porto".

"Expresso o apreço e encorajamento para continuarem a desenvolver novos diálogos para uma sociedade mais justa e inclusiva na Europa. A partir de hoje, têm a chaves da nossa casa, e, mais que isso, daqui em diante, são cidadãos do Porto", revelou o autarca.

Nesta cerimónia, em que participou, também, o primeiro-ministro, António Costa, a quem Rui Moreira agradeceu "ter trazido à cidade e à região as instituições europeias", o presidente da Câmara sublinhou que o Porto mudou "drasticamente e positivamente" nos últimos 35 anos, desde a adesão de Portugal à União Europeia.

"Temos investido, fortemente, na coesão social e a cultura é uma das maneiras para a atingir. O nosso objetivo é promover um desenvolvimento social e ambiental sustentado, e acreditamos que a cultura é um dos mais importantes instrumentos para atingir essa missão", acrescentou o autarca.

Após a simbólica entrega das chaves da cidade aos dirigentes europeus, que antes tinham assinado o livro de honra do município e assistido a um breve trecho musical protagonizado pela Orquestra Juvenil de Bonjóia, a comitiva fez uma breve incursão pela varanda do edifício dos Paços do Concelho, onde cumprimentou os populares.

A Cimeira Social conta com a presença de 24 dos 27 chefes de Estado e de Governo da União Europeia (UE), reunidos para definir a agenda social da Europa para a próxima década.

Também presentes no evento, que decorre em formato 'online' e presencial na Alfândega do Porto, estão os vice-presidentes executivos da Comissão Margrethe Vestager e Valdis Dombrovskis, o Alto Representante Josep Borrell e os comissários Elisa Ferreira, Mariya Gabriel e Nicolas Schmit, além de outros líderes políticos e institucionais, parceiros sociais e sociedade civil.

Definida pela presidência portuguesa como ponto alto do semestre, a Cimeira Social tem no centro da agenda o plano de ação do Pilar Europeu dos Direitos Sociais, apresentado pela Comissão Europeia em março, que prevê três grandes metas para 2030: ter pelo menos 78% da população empregada, 60% dos trabalhadores a receberem formação anualmente e retirar 15 milhões de pessoas, cinco milhões das quais crianças, em risco de pobreza e exclusão social.

Leia Também: Cimeira Social: Líderes europeus recebem chave da cidade do Porto

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório